MENU

by • junho 9, 2011 • ResenhasComments (6)750

[Resenha] A Zona Morta, de Stephen King

Sempre ouvi falar super bem a respeito dos livros de Stephen King e surgia constantemente a vontade de conhecer a obra do autor. Como nunca fui fã de terror, que é basicamente o gênero pelo qual ele é conhecido, ainda não havia me aventurado a a ler nenhum deles, até me deparar com a interessante sinopse de A Zona Morta. Apesar do aspecto claramente sobrenatural, pude ver que o livro pendia mais para o drama do que terror. Então comecei a ler… e me vi completamente cativada pela narrativa.

Johnny Smith é um rapaz aparentemente normal, tirando o detalhe que, com apenas um toque, ele consegue saber praticamente tudo sobre a vida da pessoa. Ele aprende desde cedo que as pessoas não são receptivas com alguém que é capaz de desvendar seus segredos mais íntimos e considera o dom uma maldição, mais do que qualquer coisa. A experiência o fez discreto, e assim tentou seguir a vida, sem chamar atenção, até o dia em que tocou a mão de certo político e o terror do que viu carregou-o de responsabilidade.

Durante a leitura ficamos com a sensação de que Johnny Smith é alguém próximo, um ser humano tangente, palpável, alguém que de tão normal na sua anormalidade – com seus medos, anseios, arrependimentos e toda carga emocional que compõe a essência do personagem – parece possível aos olhos do leitor, independente de crenças individuais. Além de uma escrita gostosa e envolvente, o autor tem um incrível controle de personagem.

A Zona Morta é um livro difícil de esquecer: simples, enigmático, interessante. Um drama sobrenatural que me deixou na expectativa, imaginando o que viria a seguir. Acredito que grande parte do sucesso se deve a habilidade do autor em conduzir o leitor com extrema eficiência pelos caminhos tortuosos que levam Johnny ao seu clímax final. Não é apenas a história em si, mas a forma de contá-la. Estou ansiosa para conhecer toda sua obra, tanto os dramáticos, quanto os conhecidos livros de horror, marca registrada do autor.

Título Original: The Dead Zone
Editora: Ponto de Leitura
Número de Páginas: 608
Gênero: Sobrenatural/Drama

Related Posts

6 Responses to [Resenha] A Zona Morta, de Stephen King

  1. Nunca li nenhum livro do King, mas com a sua resenha fiquei super curiosa! ^^

    Sempre ouvi falar coisas muito boas sobre este autor.

    Vou procurar um livro dele pra eu ler *o*

    Beijos!

    Biia
    http://livroseatitudes.blogspot.com/

  2. Ele é muito bom mesmo! Depois desse eu li “Carrie, A Estranha” também super bem escrito mas ainda assim gostei mais da Zona Morta!

  3. jayane disse:

    Primeira vez que estou entrando no seu blog e gostei da resenha,apesar de não tem lido ainda nada de Stephen King,mas sei que varios livros dele viraram filmes.
    Parabéns pelo blog.

  4. ­Nanda disse:

    Oii, adorei sua resenha! ^^
    Eu li pouca pouca do Stephen, mas o que li AMEI, tem um livro dele de contos, acho que se chama “Tudo é Eventual”, sÃo 14 contos e são todos MUITO bons, AMEEI *-* Vale a pena procurar pra ler ^^

    Beijos, nanda
    http://www.julguepelacapa.blogspot.com

  5. Eu agradeço a todas pela visita ^^
    Ainda não li nenhum dos livros de contos do Stephen King mas com certeza pretendo, já ouvi muito falar que são ótimos! Vou procurá-lo sim, apesar de que o próximo que já está na fila da estante é “Celular”, também dele! Quando o ler, com certeza posto a resenha!
    Beijos e espero que voltem sempre =)

  6. Ainda não tive oportunidade de conhecer esse autor tb, mas como vc mesmo diz é muito famoso, ao seu post fiquei curiosa de conhecer esse personagem “tão comum” rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *