MENU

by • julho 13, 2011 • FilmesComments (11)1423

[Roteiro Adaptado] Bonequinha de Luxo

Bonequinha de Luxo é um dos casos raros de adaptações cinematográficas em que prefiro o filme. Grande clássico dos cinemas, figura entre os filmes preferidos de milhares de pessoas e com motivos para tal. Um roteiro aparentemente simples, sobre uma garota do interior que tenta ganhar a vida na Big Apple poderia ser apenas mais uma entre várias histórias, mas o brilho e encanto natural que Audrey Hepburn adiciona à personagem contribuiu para imortaliza este clássico, mais conhecido no mundo cinematográfico do que no literário.

Muitos nem mesmo sabem que a história é adaptada de um livro e não é de se estranhar (especialmente aqui no Brasil), levando em consideração que raras vezes o vi nas livrarias. A oportunidade surgiu quando, casualmente, o encontrei nas prateleiras da biblioteca da faculdade.

Já tinha assistido ao filme muitos anos atrás e não lembrava bem da história, então o livro acabou sendo uma novidade. É bem fininho, com leitura ágil e muito bem escrito pelo Truman Capote. Gostei bastante da experiência, mas o melhor foi, após o término da leitura, assistir mais uma vez e poder identificar claramente todas as semelhanças e diferenças, já que o livro estava fresquinho na mente.

No geral, o filme é fiel, apesar de duas discrepâncias gritantes que não poderei citar pois seriam grandes spoilers. Reconheci em diversas partes do filme os diálogos exatamente iguais aos que havia lido e a naturalidade com a qual a atriz principal incorpora a personagem é magnífica; fica a sensação de que o papel da complexa Holly Golightly foi escrito especialmente para ela.

Interpretar a Holly não é fácil. Incorporar todas as facetas da personagem, a sua auto-confiança repleta de solidão; sua ingenuidade presente na aparente maturidade; sua segurança quando insegura; suas tentativas de manter-se feliz mesmo quando a vida está de cabeça para baixo… todos os aspectos que compõem maravilhosamente bem sua personalidade contraditória e digna de censuras, ainda assim encantadora e adorável, exige grande talento e desenvoltura. Apenas uma atriz com muito carisma conseguiria manter a essência necessária para a história firmar-se de modo satisfatório, tal qual aquele idealizada pelo autor.

Ao terminar os dois (livro e filme) em datas tão próximas, o filme, para mim, conseguiu ultrapassar o brilho presente na obra original. O filme criou vida própria e desprendeu-se do berço de nascimento, o que, de certa forma, é uma pena, pois o livro certamente vale a leitura. Além de todos os pontos positivos e negativos que podemos tirar de um ou outro, apenas por conter uma das melhores trilhas sonoras de todos os tempos já é motivo suficiente para que o filme tenha se tornado meu preferido. Dias depois que terminei de assistir, ainda repetia sem parar a suave melodia tão característica da história.

“Moon River… wider than a mile… I’m crossing you in style, someday….”


Para encerrar, deixarei um quote com um dos parágrafos que mais adorei no livro e que tão bem define a personalidade da protagonista:

“Mas descobri que o melhor para mim é pegar um táxi e ir até a Tiffany’s. Eu me acalmo na hora com aquele silêncio e aquele orgulho no ar; nada de muito ruim poderia acontecer ali, não com tantos homens gentis de terno elegante e aquele cheiro de prata e carteira de crocodilo. Se eu encontrasse um lugar de verdade que me fizesse sentir do jeito que me sinto na Tiffany’s, eu compraria alguma mobília e daria um nome ao gato.”

Related Posts

11 Responses to [Roteiro Adaptado] Bonequinha de Luxo

  1. Aione Simões disse:

    Uau!
    Duda, que post incrível!
    Tá muito, mas muito bem escrito e construído!
    Eu so assisti ao filme e descobri recentemente que era uma adaptação, mas não tive a oportunidade de encontrar e ler o livro!
    Esse filme é lindo, tem motivos para ser um clássico!
    A trilha sonora então! Nossa, é daquelas que tocam lá no fundinho do coração! Linda demais!
    Enfim, parabéns pelo post, eu realmente amei!
    Beijos!

  2. Esse filme é MUITO BOM!!! *-*
    Adoro Bonequinha de Luxo! Tem até o DVD aqui em casa…
    Nunca fiquei curiosa em ler o livro… mas é muito bom ler a história original! Concordo com vc… a Audrey é PER-FEI-TA para a personagem!!!

    Beijos
    Ale
    http://www.introducingyouabook.com/

  3. The Nice Age disse:

    amniga!!!!
    Ta melhor? sei bem como é dores no braço
    sofro do mesmo mau…
    Adorei o post
    bjs

  4. AMO esse filme. Gostei muito dessa sessao do seu blog UHAHUA Eu aluguei my fair lady e nao terminei de assistir, mas esse filme da AUdrey, assisti e gostei muito. Quero o livro tambem, da proxima vez que for na livraria vou tentar encontrar. (:

  5. Dudinha Adorei! E vc sabe não é? Esse é o meu filme preferido! Bjos!! Mommy!!

  6. …………E uma das minhas cenas preferidas, é a que Holly,sentada na janela que dá para a escada de incêndios, canta “Moon River”.Ah!! é linda! Bjos !! Mommy!

  7. Nunca vi nem li esse livro, mas parece ser ótimo!

    Adorei essa sessão no blog!

    Beijinhooos!

    Bia | http://www.livroseatitudes.blogspot.com

  8. Catarina Milania disse:

    Que lindinha!!! Olha como ela escreve bem!!!
    Não li o livro, mas vi o filme e é muito bom!!!

  9. Gabi Lima disse:

    Você acredita que eu nunca vi esse filme e nem li o livro?
    Várias pessoas já me falaram que é muito bom, mas ainda não tive a oportunidade de vê-lo, mesmo tendo muita vontade.

    Bjss*
    Gabi lIma
    http://livrofilmeecia.blogspot.com

  10. jmargareth disse:

    Duda amei seu post! Até entendi melhor esse filme adorável que assistimos milhões de vezes e que continuamos assistindo!A citação/texto do livro que vê escolheu é perfeita para traduzir a personagem tã bem vivida e imortalizada pela Audrey! Parabéns pelo nível o seu blog!! Bjos, Margareth

  11. Vanessa disse:

    Aaaai tive que comentar também. Amo a Audrey Hepburn exatamente por causa deste filme (quem não né?) Depois que vi Bonequinha de Luxo passei a prestar atenção em tudo o que dizia respeito à atriz que virou diva pra mim.
    Eu tenho o livro em casa mas nunca parei para ler, o filme já é tão perfeito que nem sei se preciso ler!!! Rsrsrs.

    Beijokss

    Vanessa – Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *