MENU

by • novembro 15, 2011 • FilmesComments (33)3826

Minha época de Crepúsculo

Ainda lembro perfeitamente quando estava passeando pelo supermercado e me deparei com a história de Crepúsculo e fiquei com uma vontade imensa de comprá-lo (naquele tempo, romances vampirescos ainda eram uma relativa novidade).

twilight (5)

Na hora eu estava sem dinheiro, então fui para casa e no outro dia voltei lá para comprar meu exemplar. Mesmo com toda aquela vontade me corroendo por dentro, eu não podia imaginar o quanto iria gostar da história. Era quase São João de 2008, e eu me sentei no sofá para começar a ler pela manhã…. entardeceu, anoiteceu, as coisas aconteciam ao meu redor, mas eu sequer percebia.

Lembro do meu namorado me chamando para sair e eu querendo ficar para terminar aquela linda história de amor, que tanto me encantava e fascinava. Mas eu parei tá, gente? Não queria deixar meu namorado triste haha Me arrumei, saí, e passei a noite com a história na cabeça. Chegando em casa me desliguei do mundo, e fiz uma viagem direta para Forks.

twilight (3)

Só quando terminei o livro descobri que havia uma continuação, e que a adaptação cinematográfica estava em processo de produção. Fui ver quem eram os atores que interpretariam os papéis, e quase morri ao descobrir que era o desengonçado e sem graça do Cedric Diggory, totalmente diferente do que eu imaginava.

Só que apesar de não considerar o Robert Pattinson um ótimo ator, acabei me surpreendendo ao gostar do seu Edward. Eu não o acho um Deus da beleza, pelo contrário,o considero bem mais ou menos, mas quando ele vira o Cullen muda da água para o vinho. É como se outra pessoa tomasse o seu lugar. Acho que deve ser o encanto do personagem, até porque vou logo deixando claro que sou Team Edward, ok? haha

twilight (6)

Aliás, eu não consigo entender como alguém possa ler e gostar de Crepúsculo sendo Team Jacob. Ele está ali apenas como um empecilho, gente – muitas vezes até irritante demais. Sei que Jacob é fofo e lalalá, mas não consigo gostar do personagem. Ele é tão imaturo e estraga prazeres… Com o tempo fui percebendo que não gostava mesmo era da Bella, pois era ela que ficava dando corda para os dois e odeio quem faz esse tipo de coisa. Entendo até o lado da personagem em Lua Nova, mas depois disso Jacob era pra ter ficado de lado, e não aquele mimimi todo de Eu amo Jacob pra lá e eu Eu amo Jacob pra cá. Não entendo como o Edward não deu um pé na bunda dela, mas enfim!

É uma pena, no entanto, que a Steph tenha se perdido tanto no decorrer da série. Só gostei mesmo do primeiro, os outros li apenas na esperança de sentir novamente todo aquele encanto que experimentei durante a leitura de Crepúsculo. E o único que chegou pelo menos um pouco próximo disso foi Amanhecer, ainda assim, com muitos altos e baixos – vide aquela parte inteira que tive que aguentar toda a lenga lenga do Jacob.

twilight (1)

Mas o que eu queria mesmo nesta postagem é uma espécie de desabafo. Simplesmente não entendo todo esse ódio e preconceito em relação à Crepúsculo. Aliás, muitas das coisas que essas mesmas pessoas adoram, só tiveram a oportunidade de aparecer no mundo literário e do entretenimento em decorrência do sucesso de Twilight.

Crepúsculo abriu as portas para outros livros do gênero, até mesmo séries que foram escritas antes ressurgiram no cenário e ganharam notoriedade apenas depois da chegada da febre vampiresca. Claro que tudo em excesso acaba fazendo mal e esse é o motivo pelo qual muita gente hoje não aguenta mais ler livros sobre vampiros.

Defender que série e livro X é mais realista do que Crepúsculo é um completo exagero. Realista é algo perto do real, e, sendo assim, vampiros já estão completamente fora desse quadro – a não ser que você acredite em vampiros, e se esse for o caso boa sorte pra você! Crepúsculo, porém, foge do mito do vampiro convencional que todos nós conhecemos amplamente desde o Drácula, de Bram Stoker, e isso até poderia ser um argumento, já que a maioria insiste em compará-lo com outras histórias de vampiro.

twilight (2)

Mas o problema maior em relação a isso é que as pessoas simplesmente não entendem que o livro não é bem uma história sobre vampiros. Crepúsculo trata-se de um romance adolescente e só depois disso ele pode ser considerado uma história sobre vampiros, mas em caráter secundário, pois o fato do protagonista ser um vampiro é mais para tornar o amor entre os dois mais difícil, impossível e mostrar que até essa situação impraticável ele supera, do que por qualquer outra coisa.

A própria Stephenie Meyer costuma dizer para todos que suas inspirações para o livro foram Jane Austen, Emily Brontë, entre outros, e não Bram Stoker ou Anne Rice, livros que, por sinal, ela afirma nem ter lido. Apenas para finalizar, eu acho que todo mundo tem o direito de gostar ou desgostar de algo, e para os que não gostam de Crepúsculo, assim como de qualquer outro livro, penso que deveriam simplesmente passar longe do livro/filme, já que não é do seu interesse, e não ficar filosofando e dizendo que a juventude está perdida apenas porque os jovens de hoje gostam de Crepúsculo e/ou bruxos. Muito adolescente começou a tomar gosto pela leitura através desse tipo de livro, o que é sempre uma coisa boa.

Related Posts

33 Responses to Minha época de Crepúsculo

  1. Aione Simões disse:

    Duda, eu amei seu post!
    Algumas das suas palavras parecem ter saído da minha boca!
    Tirando o fato de que eu adorei a série inteira e que gosto da Bella mesmo com todo o lenga-lenga, tenho exatamente a mesma opinião que você sobre o preconceito com Crepúsculo, também acho que a história seja um romance e não uma história de vampiros, também acho que Crepúsculo que abriu portas para a literatura fantástica e que foi uma das séries que ajudou muita gente a gostar de ler!
    Só acrescento uma coisa: se a Stephenie não tivesse feito os vampiros brilhares e bonzinhos, se tivesse seguido a antiga fórmula, ela teria escrito apenas mais uma história de vampiros, e não uma das séries de maior sucesso no mundo. As pessoas podem até não gostar, mas acho que não há dúvidas sobre o talento da autora: ela ficou rica vendendo livros e, pra isso, tem que ter um pouco mais de sorte, é necessário um mínimo de talento.
    Não sou fã de Crepúsculo como sou de Harry Potter, mas adoro a série e admiro o trabalho da autora!
    Sobre o filme, eu também fiquei com preconceito quando vi que o Robert que interpretaria o Edward, também achei que ele seria sem graça. E quando sai do cinema, após ver o primeiro filme, mudei completamente de opinião, ele realmente se transformou!
    Amei o post, Duda!
    Beijão!

  2. ka macedo disse:

    Eu concordo muitooo com tudo que você disse! Muito mesmo.
    As pessoas criaram esse ‘preconceito’ contra Crepusculo e é ridiculo. Por que se não fosse por essa série a literatura não teria se expandido tanto quanto nos últimos anos. Confesso; não é o melhor livro do gênero, mas que fez uma mandaça e tanto, fez.
    E essa coisa de falar que eles não são vampiros de verdade.. e vampiros são por acaso de verdade? Por favor né galera, a criatividade deveria ser levada em conta nesse caso. E muito.
    As pessoas não sabem ver esse livro por o que ele é, eles veem por o que acham que ele é.
    Como você disse, não é um livro de vampiros, mas uma estória de amor. De um amor lindo que supera tudo.
    E eu fiquei exatamente como você quando li Crepusculo. Nossa, não conseguia largar o livro. Quase faltei na escola para terminar de lê-lo, hahah. Mas, claro, a vida tinha que continuar apesar de tudo e voltei correndo pra casa para terminá-lo.
    Gostei muito de ver que você é como eu quanto à essa polêmica Crepusculo. Acho, sim, que a Stephenie merecia mais crédito do que dão à ela (os criticos e seus derivados).
    E acho que as pessoas não deveriam se envergonhar de achar que esse é um livro bom e com uma estória bonita apesar de alguns personagens irritantes. Por que, mesmo irritantes, eles são consistentes e bem escritos.
    Enfim.. já falei demais, haha 🙂
    Adorei mesmo o post Duda!

    Beijoos
    PS: tentei adivinhar, agora vamos ver se acertei né, haha.

  3. tenho que tirar um dia para assistir a todos os filmes da saga

    Participe!
    http://migre.me/695u1

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com

  4. Daniela Tiemi disse:

    Aeeeeee, parabéns! Povo chato q fica criticando, neh??? Se não gosta, como vc disse, passa longe então, e deixa qm gosta em paz!
    Concordo q a série tem seus altos e baixos, e meu favorito tb é o primeiro livro (reli diversas vezes)!

    Bjo.
    http://www.livrosfilmesemusicas.com.br

  5. Máh disse:

    Eu também ODEIOOO o Jacob! Chato no livro e chato no filme. A parte de Amanhecer que ele narra me deixou intediada! Não gosto dele.
    Tenho que admitir que já gostei mais da série. Acho que quando a série virou todo esse fenomeno as pessoas começaram a criticar, e eu não acho que a saga seja ruim. O primeiro livro para mim também é o melhor, mas a saga como um todo não é ruim também.
    E só o fato dessa saga ter feito com que vários adolecentes tomassem gosto pela leitura já é fantástico!

    Ótimo post!

    Beijos!

    Máh – Crazy for books.

  6. Igor Gouveia disse:

    Duda!

    Eu amei (quase) tudo o que você disse! Eu não sou super fã da série, mas li os quatro livros e no geral gostei. Acho muito injusto esse pessoal que nem leu e fica julgando sabe?
    Então, eu sei que muitos vão me matar agora, mas eu adoro o Jacob. Aliás, acho que a trama engrena por causa dele e outros personagens! Pra mim o melhor livro foi Lua Nova (não me mate), e gostei de Amanhecer também.
    Impossível não resisti a Nessie e a personagem mais cativante do livro que é a Alice! Poxa, demais.

    Então, eu concordo que antes de toda a estória dos vampiros o livro trata-se de um romance. Muita gente julga a autora sem saber disso né? :/

    Concordo também que ela se perdeu em várias partes da série infelizmente. Li a série só esse ano e achei uma boa leitura!

    Abraços.

  7. Duda, você conseguiu expressar neste post justamente tudo o que sinto em relação a Crepúsculo!! Senti uma imensa resistência para ler o livro porque tava indo pelas opiniões negativas, até que por insistência de uma prima, cedi e gostei, li tudo em uma semana.

    Meio que compreendo a Bella ficar dividida, mas foi muito exagerada em suas dúvidas e eu, no lugar do Edward, não aceitaria isso!

    Odeio o Jacob, não vi graça nele em momento nenhum. Amei o primeiro livro e o último, Lua Nova foi uma tortura para ler e Eclipse foi um mais ou menos.

    Beijos!

  8. Ah, meus pais e meu namorado também não entendem minha necessidade de comprar livros todas as semanas, nem a necessidade de ter 20 livros na fila de espera.

    Qual será o problema deles?

  9. Gabi disse:

    Amei o desabafo!!! Também acho que a Steph se perdeu. Crepúsculo é tão bom e depois vai caindo e caindo. Enfim, acho que tem que respeitar os gostos sabe? Coisa que muitos esquecem. Crepúsculo é bom? É sim. Eu não tenho vergonha de dizer que gosto.

    Gabi

  10. Pabline disse:

    Arrepiou-me a epiderme esse post! XD
    Eu simplesmente amei *.*
    Sou fã assumida da saga e como vc, o meu livro preferido da serie é Crepúsculo, em seguida vem o amanhecer. Sou totalmente team Edward XD
    Pois é, as pessoas criticam tanto o livro, a serie, os filmes. Poxa… Respeitem a opinião dos outros, as pessoas ficam criticando tanto os livros… Eles são bons sim, a historia de amor é realmente o ponto central da história, o amor proibido, o amor acima de tudo, o amor perdido desse mundo moderno e louco, o amor além de qualquer desafio e condição. A Steph escreve muito bem. Se a pessoa não gosta do livro, se não faz seu estilo, seria bom botar a mão na consciência e para de criticar tanto, gosto é gosto,há muitos que gostam. Muitos criticam só porque vão pela cabeça dos outros, outros nem se atreveram a ler o livro porque parecem q não querem tirar sua próprias conclusões, muito amam a serie mas fala q não gosta só para ir com esse monte de gente desrespeitosa pelo trabalho dos outros. Eu gosto dos livros e dos filmes (mas mais dos livros), se a pessoa não gosta, só peço respeito.
    Pois como vc mesmo disse, Crepúsculo apresentou o mundo da leitura a muitos jovens, e digo que eu fui uma dessas, por isso agradeço a autora do fundo do coração, pois ele me incentivou, e muito, como sua magnífica obra a entrar e não querer sair mais desse mundo literário.
    BJ Duda, ufa…. Até eu desabafei aqui XD

    -Amigas Entre Livros-

  11. Pabline disse:

    Que vergonha.
    Pensei pensei e não me caiu a ficha de quem é esse personagem oculto ><
    Tô lenta hoje :/
    BJ XD!

  12. Naty disse:

    Duda, você acabou de falar tudo o que penso em relação á isso. Quase tudo na verdade.

    As pessoas tendem a julgar tudo antes de realmente entenderem do que se trata, e concordo plenamente com você que Crepúsculo antes de ser uma história de vampiros, é um romance. Um romance lindo que eu simplemente ameei ler. (E que as pessoas não costumam entender)

    Os livros que gosto são exatamente os meus que o seu, Amanhecer e Crepúsculo. Em Lua Nova a depressão da Bella é totalmente compreensível, mas se estende por muito tempo e a questão ‘Jacob’ fez com que eu gostasse menos desse livro. Em Eclipse eu fiquei com raiva mesmo foi do Edward por ser tão… perfeito o tempo todo. Ele tinha que ter tomado algumas atitudes em relação á Bella e o Jacob. Sério, não compreendo. ;x

    Vampiros e histórias sobrenaturais realmente ganharam mais ‘fama’ após Crepúsculo. Diários do Vampiro é um série que meio que foi desenterrada para voltar á tona por causa dos vampiros.. Muitos outros livros, de vampiros, lobisomens e outros seres também passaram a ganahr mais atenção depois de Crepúsculo.

    Enfim, as pessoas tem que parar de acharem que Crepúsculo é ruim pelo simples fato de fazer uma abordagem diferente em relação á vampiros.

    Adorei o texto, você simplesmente disse o que muitos de nós também pensa.

    Bjãão;*
    Naty – Just Books !

  13. Caah Oliveira disse:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  14. Caah Oliveira disse:

    Oi, Duda!

    Não posso ouvir falar de Twilight que já estou aqui! Essa série é simplesmente a origem da minha vida literária. Foi as palavras que encontrei nesses livros que me trouxeram para um mundo profundo, onde ler é uma necessidade.

    Concordo com você quando diz que as pessoas não entendem o que essa série significa, temos que admitir que a autora trouxe muitas pessoas que não se quer liam, para dentro do mundo literária. Ela é uma verdadeira profissional. E essa série não fútil como dizem. Quem leu, realmente sabe a mensagem que autora quer passar, quem realmente entendeu a série, sabe que o intuito da autora é demonstrar o quando o amor pode ser mais forte do que simplesmente tudo, e o fato de existirem vampiros serve ainda mais para enfatizar isso. O amor pode ser maior até mesmo do instinto natural selvagem de um vampiro. E, com certeza, nos podemos trazer isso para vida real. Podemos ver que o amor é o que realmente importa, quando se tem amor, a gente pode enfrentar tudo, qualquer problema, qualquer obstáculo.

    E, sim, as pessoas não entendem, que antes de ser uma história de vampiros, é um romance, chegamos muitas vezes até a esquecer de que Edward é vampiro. Mas também, o que traz graça aos livros é fato de que, ao mesmo tempo em que podemos assemelhar o romance a nossa vida real, podemos também viajar em um mundo de fantasia. Ler é justamente isso, adentrar em um mundo que não é real, desligar-se um pouco da vida real.
    Não entendo as pessoas. Vampiros não existem, tá, mas é por isso mesmo que lemos, para viajarmos no sobrenatural, sentirmos como seria se eles existissem. Porque essa implicância com vampiros que não bebem sangue humano? Da mesma maneira que foi criado vampiros que não tem alma, também podem ser criados vampiros com coração. Criatividade é isso, criar algo novo, inovar. Porque continuar sempre com a mesma história? E cada um escolhe o que prefere, não adianta criticar um ou outro.

    Ah, sobre Bella eu também acho ela meia songa-monga, rs, mas entendo ela. É difícil escolher entre dois homens. Eu mesma não consigo me decidir. Amo Edward pelos suas características e Jacob pelos suas também, acho que ficaria com os dois, rs.

    Nunca tive preconceito pelo ator que faria Edward ser Robert, sempre amei ele e acho que ele fica mais bonito quando está interpretando Edward do que quando está normal.

    Enfim, eu amo vampiros e não tenho vergonha nenhuma de admitir. Gosto de vampiros bonzinhos e dos maus também.

    Qualquer pessoa tem o direito de gostar ou desgostar, como você disse, mas o que deve prevalecer é o respeito. Esse livro, não é um livro só para adolescentes, vejo muitas mulheres de 30 anos lendo ele e vejo muitos adolescentes lendo também.

    E vou estar na ESTRÉIA DE AMANHECER como a fã louca que sou! Sexta-feira ♥

    Com toda certeza, vou me emocionar!

    Beijos, Duda.

  15. Lucas Martins disse:

    Duda! Tirou as palavras da minha boca! Impressionante!
    Eu concordo em tudo com você, exceto o fato de eu ser apaixonado pela Bella dramática e blablabla! É que eu amo livros de drama, e pude encontrar MUITO drama em Lua Nova, sendo este meu favorito da série. Bom, eu ODEIO o Jacob, ele é um completo empecilho na série! Sério! Rsrs!
    Acho ridículo criticarem Crepúsculo, até mesmo quem leu todos livros e assistiu todos filme até então. Sabe, é algo desnecessário! Já ouvi pessoas dizerem que leram todos livros, assistiram todos filmes e disseram: “Eu assisto e leio só para tirar sarro”. Poxa, não tem nexo! Querem criticar que a Stephenie mudou a imagem dos vampiros. Tipo, ela é uma escritora e ela quis criar este universo imaginário em torno dos vampiros que ELA criou, independente de existir Anne Rice e afins! E queira ou não, ela deu uma vida para a literatura juvenil fantástica novamente. Olha a quantidade de livros deste mesmo tema que saíram após o sucesso de Crepúsculo!
    Comparações com Harry Potter, não vou nem falar. São universos tão diferentes, e as pessoas insistem em compará-los só por conta do sucesso com os jovens.
    Quanto aos personagens, tudo bem, a Kristen parece “isso e aquilo”, blablabla, sem sal… enfim! Mas não consigo imaginar outra Bella Swan, se não ela. Eu já admirava o trabalho da Kristen antes de Crepúsculo, e acho que ela é uma atriz muito versátil, porque quem interpreta em um momento a “boboca” da Bella e em outro interpreta uma das mais famosas rockeiras do mundo, Joan Jett, e arrasa! Bom, acho que sou suspeito para falar…
    E tem outra coisa, os filmes existem para os fãs, não para os críticos de cinema. Eles podem detonar os filmes, mas a bilheteria é imensa e quem está ganhando uma porrada de dinheiro são os produtores, atores, diretores… Summit, enfim!
    Bom, na sexta vai sair o filme, e eu vou ser obrigado a assistir, né. Rrsrsrs, afinal, gosto da série!
    Adorei a post, Duda, de verdade!
    Bjão!

  16. Nossa adorei seu desabafo e concordo com vários pontos =) adoro essa série mas em relação a grande maioria sou moderada =/ ainda não tenho os livros na minha coleção mas um dia os terei, os li emprestado da minha prima =)
    Tbém odeio que fica comparando estilos e falando que não é um tema adequado para os jovens etc. Acredito que todo tidp de leitura é válido =)

  17. Sofia disse:

    Não gosto muito da série, ou melhor, dos filmes, simplesmente não me cativou. E não suporto a Bella. E ao contrário de você, eu gosto muito do Jacob, kkkkkkkk

    Realmente a saga não se trata de “vampiros”, mas sim de um romance, mas não deixa aquela ideia de não é vampiro… estranho, né? enfm

    Amei o post

    LENDO DE tudo

  18. Sofia disse:

    Não gosto muito da série, ou melhor, dos filmes, simplesmente não me cativou. E não suporto a Bella. E ao contrário de você, eu gosto muito do Jacob, kkkkkkkk

    Realmente a saga não se trata de “vampiros”, mas sim de um romance, mas não deixa aquela ideia de não é vampiro… estranho, né? enfm

    Amei o post

    LENDO DE tudo

  19. Puuuuuuuts Duda, que post perfeito!
    Você exprimiu em palavras tudo que sinto a respeito da Twilight Saga. *-* Também não entendo esse preconceito chato e bobo quem as pessoas têm com a Saga, jeita a me irritar as vezes. Pessoas que nunca pararam pra sequer ler o primeiro livro ou que simplesmente não entendem que, como você disse, a história vai muito mais além do que uma “simples” história de vampiro. É tão lindo o amor que o Edward sente pela Bella, sempre querendo protegê-la a todo custo…

    Concordo plenamente com você quando disse que não entende como alguém pode ser fã da série e ser Team Jacob. Isso simplesmente não faz sentido na minha cabeça! Pra mim, o Jacob só tá lá pra atrapalhar o romance da Bella e do Edward, como você disse, pra ser um “empecilho”. Até porque, sem ele, não teria muita história a ser contada. Então pra mim o Jacob só tá lá pra dá enrendo, pra dar “pano pra manga”. E também acho ele muito chato, infantil e as vezes me parece ser uma criancinha mimada chorando pelo brinquedo que não pode ter, a.k.a. Bella.

    Enfim, sou uma fã assumidíssima da Twilight Saga e fiquei super feliz quando vi um post sobre isso aqui no seu blog! Comprei todos os livros na versão hardcover em inglês e tô, aos poucos, relendo cada um deles (já reli Twilight). Posso dizer que nessa releitura, tô me encantando mais pelo Edward, se é que isso é possível. *-* E é tão bom reler o livro e ir redescobrindo todos os sentimentos que eu tive quando o li pela primeira vez! *suspira* haha

    Beijão ♥
    Priscilla Duhau
    Livrificando

  20. Gostei muito do seu post, principalmente porque já fazia um certo tempo que eu não via alguém se expressar de forma tão única dentro de um assunto que muitos já falaram.

    Devorei a saga quando lançou e concordo com o que você disse em relação ao Jacob e da escritora ter perdido um pouco o foco.

    Segurar um romance tão “puro” nos dias de hoje não é fácil e em relação a vampiros, realmente é pano de fundo para o contexto.

    Parabéns pelo blog.

  21. Julia Cedro disse:

    Oi Duda!

    Eu lembro que quando li Twilight, estava de férias e ficava até as cinco horas da manhã lendo! Eu só comecei a gostar um pouquinho do Jacob em Eclipse, ele é muito infantil, fica o tempo todo correndo atrás da Bella que nem cachorrinho (olha a ambiguidade!), mesmo sabendo que ela não quer nada com ele. É, Bella realmente dá nos nervos dando esperanças para o Jacob, argh, Edward deve amar muito mesmo essa garota para aguentar! Eu amo o Edward, ele é muito romântico, perfeito… Também não entendo o porque das pessoas em ficar comparando, por exemplo, com HP e ficar fazendo guerrinha, as duas histórias são completamente diferentes, não sei porque tanto ódio! E as pessoas insistem em criticar, eu acho que quando você não gosta de algo, em primeiro lugar, tem que respeitar as pessoas que gostam, e também, já que não gosta, não perder tanto tempo falando sobre isso né? Às vezes me dá vontade de fazer um post assim, para colocar tudo para fora, mas acho que sairia com muitas palavras de baixo calão, então era melhor não, rs.
    Adorei o post!

    Beijos,
    Julia | Sonhos de Garota

  22. Alinne disse:

    Duda.
    Adorei o seu post e concordo com tudo que você disse. Anos atrás eu também fiquei encantada com a série e não conseguia parar de ler…O Edward para mim foi um personagem muito fofo que me fazia suspirar a todo tempo com o seu puro amor por Bella e tanto ela como Jacob me irritava por serem bem imaturos, mas enfim amei a saga. Hoje essa série não me atraí tanto como antigamente pois passei a conhecer outras que por terem temas bem mais adultos acabam tendo mais a ver comigo, porém Twillight sempre vai ser uma série que será lembrada por mim.
    Beijos.

    Books e Desenhos

  23. Camila Costa disse:

    Ain Duda sério AMEI TUDO o que voce disse, simplesmente por concordar com cada palavra. Sério mesmo.
    Também não suporto o Jacob a Bella é uma sei la (so consigo pensar em palavras feias kk)
    Tambem acho que a autora se perdeu ao longo da série.. =/
    Crepusculo, o primeiro mesmo, foi o primeiro livro a me dar friozinho na barriga pelo romance e isso não se repetiu nos outros..
    De fato a serie abriu MUUITO as portas pro sobrenatural deixando ate alguns aspectos emio “saturados”
    sinceramente pra mim crepusculo pode ate ser considerado uma relovução na literarua!
    Beijoos!

  24. Effy disse:

    Ei..nossa, galera toda te apoiando e eu também..amei tudo, cada linha que vc escreveu, nem consigo dizer qual, deixa eu ver..

    Primeiro, que amo a série,sem dúvidas o primeiro livro uma das coisas (livros) mais perfeitos que já li..mas eu amo os demais livros tbm rs..acredita que não li amanhecer, tiveram “n” motivos, mas já tenho o livro, e só de pensar que não li quero morrer, tá não quero pq ai não vejo o lindo do Edward..Assim como vc sou team Edward, ô homem, melhor, vampiro lindoo.Entendo quando vc diz que ele, Rob, se transforma em Edward, é o mesmo que eu digo quando alguém me pergunta, não qe não goste ou simpatize ou não ache bonitoo Rob, mas como Edward ele é simplesmente perfeito, então eu amo Edward e gosto do Pattinson rsrs. Não tenho raiva do Jake, ele é fofo, mas ele é a Suíça pra mim rsrs.

    Também não sei pq tantas criticas, já que, como vc disse, depois de crepúsculo abriu um mundo para o sobrenatural, não só de vampiros..E criticam o livro por ser de vampiros que brilham, não essa eu não aguento ” que estranho vampiros brilharem, nunca vi”, sim, é claro, pq ele já viu um vampiro né rs..esse eu não consigo suportar rs..parece até que esquece que existe uma coisa chamada criatividade, que diferencia, pq se tudo fosse igual seria uma merda. Tem romance que não é só e “viveram felizes para sempre” tem morte, brigas, triângulos..imagina se fosse tudo igual, se é assim pq no mundo do sobrenatural, em especial vamps tem que ser..

    Agora gosto é gosto, respeito isso, mas venhamos e convenhamos se vc não gosta de 1 coisa, mas quer tentar ver continuações, é por sua conta e risco, não precisa esculhambar..ai vem, ” ah, mas é clichê” qual coisa não é clichê, depois de Shakespeare, B.Stoker, Anne Rice, S.King, N.Sparks …outras coisa serão inspirações desses . Tá vou ficar por aqui rs

    Eu amo crepúsculo e acabou, respeito quem não gosta, pois gosto cada um tem o seu.
    Adorei o post..

    Beijos

  25. Pabline disse:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  26. Awn, que post perfeito *-*
    Eu adooooro a saga Crepúsculo, é a única de vampiros que eu gosto, sério. Concordo com tudo o que você disse aí!!! E nossa, to tão ansiosa pela estreia de Amanhecer *—*

    Beijos { http://17ezesseteinvernos.blogspot.com/ }

  27. Duda, concordo com quase tudo que escrevestes. Sim, sou team Jacob, não sei porque, mas eu gostei dele desde o primeiro livro, da imaturidade, da impulsividade dele. Porque gosto destes personagens que se aproximam da realidade. E talvez porque gosto de ser do contra mesmo. 😛
    Crepúsculo, sem dúvida, abriu muitas portas, para muitas pessoas. Para mim reabriu a porta do prazer de ler, que eu abandonei com a adolescência. Abriu a porta para livros fantásticos que foram escritos bem antes dele, e não entendo, também, o por quê deste preconceito bobo.
    E convenhamos, as pessoas que gostam de Bella são contadas, porque, sim, ela é chatinha. :/
    Ótimo post. Parabéns.

    Bjs.
    ParaísoEmPapel

  28. Oi Duda!
    Eu gostei de Crepúsculo. Mas só de Crepúsculo. Li Lua Nova mas eu não gostei.
    O que me fez abandonar a série:
    1- Não gosto muito de estórias sobrenaturais.
    2- não sou muito fã do tal ” você é minha vida” e do “não existo sem você”.
    3- Em Lua Nova eu comecei a achar a Bella insuportável, não gostava do Jacob e quando o único motivo por eu ler a série voltou (Edward) tudo ficou mais meloso ainda… eu era uma pessoa muito fria e sem coração kkkkk (meu professor de inglês até me colocou um apelido por causa disso).
    4- Eu comecei a ler Eclipse, a história não me prendeu.
    5- Eu vi o filme, odiei. Sério, acho que é a pior adaptação que já vi na vida.
    Enfim, Tudo isso me decepcionou muito. Eu pensava “o que aconteceu com aquela história linda do primeiro livro?”. Daí eu parei no começo de Eclipse e desisti da série. The end. Triste porém verdade… kkkk
    Não condeno quem gosta da série. Cada um tem o direito de ler aquilo que gosta e ninguém tem nada a ver com isso.

    Beijos, Carol.

    Perdida na estante. 🙂

  29. Amei,amei, amei o seu post! Concordo plenamente com tudo que você disse!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/

  30. Duda, eu amei o seu post ele é simplismente incrível e muito criativo. Beijos da sua querida prima, Bia!

  31. Paula Roberta disse:

    Eu tbm estava pensando nisso… As pessoas falam tanto, mesmo sem saber!!!
    Eu também me encantei lendo o primeiro livro da série. Eu acho que um dos maiores objetivos de um livro é nos levar à outros lugares, outras realidades e à outras pessoas. Foi algo tão mágico a leitura do primeiro livro (e de Amanhecer também).
    Acho que o único que eu não gosto muito é Lua Nova… Teve pouco Cullen e muita Bella… Sério, se tem uma coisa que eu não gosto na série, é a Bella!!!
    Mas de uma coisa eu discordo, eu AMO o Jacob, mas não sou tiete… Não sou nem Team Edward nem Team JAcob (na vdd, eu sou Team Volturi, yeah, yeah, yeah!!!), minha personagem preferida é a Alice!!! Amo ela… De paixão… Ela é uma fofa… Ela e a Nessie!!!
    Beijos!

  32. Eu tbm concordo que não precisa ficar criticando.
    Eu amo a série, mas que não gosta, basta dizer que não gosta e pronto.
    Sem render demais.
    Amei o post.

    Bjok

  33. Adorei a postagem. Adoro a saga Crepúsculo e já aasisti o filme (achei perfeito.
    Concordo com você, acho que as pessoas que não gostam não deveriam criticar. Elas tem todo o direito de não gostar, porém tem que se lembrar que tem pessoas que gostam, e precisam respeitar isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *