MENU

by • junho 10, 2012 • ResenhasComments (25)2452

[Resenha] Antes de Dormir, de S. J. Watson

Seria no mínimo angustiante acordar todas as manhãs sem saber onde você está e como foi parar no lugar onde se encontra. Some-se isto ao fato de olhar-se no espelho e visualizar a si mesma uns 20, 25 anos mais velha do que imagina ser, o resultado é praticamente uma tortura mental diária. É com esta situação peculiar que a protagonista de Antes de Dormir tem que lidar todos os dias.

Christine sofreu um grave dano cerebral e por isso não é capaz de recordar suas memórias por mais de 24 horas ou, mais precisamente, após um sono pesado. Todos os dias ela acorda e é obrigada a enfrentar a triste realidade de que sua vida passou e ela nem ao menos percebeu. O amor e apoio incondicional de seu marido Ben – mesmo que ela não se recorde de quem ele é – parecem tornar as coisas, de certo modo, mais fáceis, afinal, ela tem ao seu lado uma pessoa devotada e que a ama acima de tudo e sabe que a sua situação poderia ser muito pior.

Todos os dias ela acorda e olha para algumas fotos do tempo em que ela e o marido eram felizes juntos, uma vida que ao seus olhos parece ser de outra pessoa. É então que ela descobre um diário que vem mantendo escondido por algum tempo, e as palavras que visualiza, estampadas logo na primeira página escritas com sua própria letra, deixam-na gelada por dentro: “Não confie em Ben“. Ela passa a perceber que a realidade que vem vivendo está de alguma forma deturpada e que algo muito estranho está acontecendo.

A primeira coisa que me chamou atenção neste livro foi justamente a situação  angustiante que Christine tem de enfrentar todos os dias, quando nem ao menos a única pessoa em que ela pode se apoiar parece ser confiável. O que aconteceu ao longo de todos esses anos de que ela não tem memória? Onde estão seus amigos? Será possível aprender a amar e respeitar um homem que ela não se recorda de ter conhecido? Um homem que nem ao menos vem lhe contando toda a verdade sobre o que aconteceu? O mistério me intrigou de uma forma que não pude sair da livraria sem levá-lo comigo.

Alguns flashbacks acontecem vez ou outra e, nestes momentos em que as memórias parecem voltar, ela anota tudo freneticamente em uma tentativa de colocar ordem em sua vida. Com a ajuda de um psiquiatra que diariamente a lembra sobre o diário, e onde o esconde, ela vai montando um quebra cabeça, mesmo quando algumas peças pareçam melhor se nunca encontradas. O progresso é lento, mas contínuo, e aos poucos a personagem redescobre a si mesma. A sensação de que algo está errado não consegue abandoná-la, deixando-a constantemente desconfiada.

A narrativa do livro é bem elaborada. A medida em que Christine acorda em certo dia decisivo (logo no começo do livro) e começa a ler o seu diário – já bastante preenchido – nós leitores, acompanhamos a leitura com ela, ávidos por uma explicação coerente para todos os fatos estranhos e sem explicação que vem acontecendo, ou seja, o livro, em sua totalidade, é a transcrição do diário da personagem em si, até o momento do clímax, quando tudo é explicado devidamente.

Confesso que desvendei o mistério muitas páginas antes de resolvido – antes mesmo da metade do livro, mas, ainda assim, queria descobrir os detalhes de como tudo aconteceu, as respostas para as minhas perguntas e, principalmente, saber se eu estava certa ou não. Talvez pela previsibilidade não tenha se tornado excepcional, mas é um livro inquietante e bem elaborado recomendado aos que curtem o gênero.

“Sei que o livro que estou escrevendo pode ser tão perigoso quanto necessário. Não se trata de ficção. Pode revelar coisas que seria melhor permanecerem ignoradas. Segredos que não deveriam ver a luz do dia.”

Título Original: Before I Go to Sleep
Editora: Record
Número de Páginas: 400
Gênero: Suspense

Related Posts

25 Responses to [Resenha] Antes de Dormir, de S. J. Watson

  1. oook. Preciso desse livro. Preciso MUITO. Acho que o fato de você conseguir desvendar rápido foi porque já leu muitos livros da Agatha ;]. Mas como eu mesmo tendo lido vários livros dela, ainda sou meio burra nesses aspectos talvez não descubra tão facilmente kkk.
    Gostei Muito da resenha. Ia na cultura amnhã comprar A lista negra, mas agora estou em dúvida 😡
    Tu vai amanhã pro evento? 😀

    beijoo
    Brenda Lorrainy
    cataventodeidieas.com

  2. jayane disse:

    Nossa essa resenha saiu rápido,lembro vc mostrando esse livro em algum vídeo não faz muito tempo,adoro livros que tem suspense,mas deve se angustiante a pessoa não tem memoria,acho que não confiaria em ninguém,brincadeira kakakakak.

  3. Adoreiii! Não conhecia o livro mas me deixou MUITO intrigada! Parabéns pela resenha 😀

    Beijos
    Nati

    http://www.meninadelivro.com.br/

  4. Gabi disse:

    Oi,

    Não faz muito meu estilo de leitura, mas eu realmente quero ler um livro assim. Para ver o que eu acho e tudo mais. Adorei a resenha e a história parece ser bem interessante.

    Gabi

  5. Mônica disse:

    Oi Duda, acho que você está ficando especialista em desvendar mistérios, kkkk
    Eu estou com esse livro aqui para ler, mas ainda não tive tempo.Agora lendo sua resenha fiquei muito curiosa e ainda mais ansiosa. Pretendo lê-lo em breve.
    Adorei sua resenha, principalmente pelo final, quando você, já uma especialista em thrillers, não o considera um livro tão bom assim.Até agora só li resenhas dizendo que esse livro é muito bom e gosto descubro alguém que entra em oposição aos outros.
    Beijos

  6. Aione Simões disse:

    Oi Duda!
    Estou ansiosa pra ler esse livro desde que você falou dele no seu vídeo!
    Ainda que você tenha descoberto tudo e, assim, o livro não tenha sido tão surpreendente, parece uma ótima leitura, para mim basta ser envolvente!
    Espero poder ler!
    Beijão!

  7. Olá, Duda!!!
    Adorei a sua resenha!!
    Eu particularmente não gosto de desvendar os mistérios do livro muito antes de terminá-lo, mas ainda tenho vontade de ler e conferir de perto este thriller.
    Uma pena que não o tenha colocado entre os seus favoritos do gênero.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

  8. Máh disse:

    Estou louca por esse livro! Amei a sinopse! Sua resenha me deixou curiosa, apesar de você ter desvendado o mistério antes das últimas páginas. Isso aumentou minha vontade de ler. Será que eu também consigo desvendar antes do final?

    Está na lista de desejados!

    Beijos!

    stormofbooks.blogspot.com

  9. Sofia disse:

    Oi Duda!
    Pergunta básica: existe um filme desse livro? Ou então assisti um filme beeem parecido, rsrs…
    Adordei o tema abordado, é algo que realmente me cativa!
    Acho que aos poucos estou sabendo desvendar os mistérios por mim mesma, pelos livros de Arthur e Agatha, haha!
    Beijos!

  10. Aline Coelho disse:

    Nossa que resenha maravilhosa fiquei bem curiosa. Lembrei no inicio da resenha do filme “como se fosse a vez” mas depois quando vc falou do mistério fiquei mais curiosa ainda. Parabéns pela ótima resenha. Esse foi para minha lista de livros a ler.

  11. Duda, conheci esse livro graças a você e desde então achei a ideia muito interessante, tanto que coloquei na lista de futuras leituras. Com sua resenha o desejo apenas aumentou. Acompanhar momentos angustiantes de personagens chama sempre a anteção, pois, na maioria das vezes, a forma como elas saem dessa situação dá um toque especial para a obra e os mistérios apenas a engrandecem. Claro que seria melhor se o livro fosse totalmente bom – e entrasse nos seus favoritos – , mas nem os pequenos detalhes desanimam – ler “thriller” já o suficiente rs.
    Espero ter a oportunidade de ler essa obra o quanto antes e, mais uma vez, você vai ser responsável por isso.
    Parabéns pela resenha, Duda. Sempre bem escrita, sincera e acima de tudo, empolgante.
    Beijos

  12. Duda Oliveira disse:

    Oi Duda!
    Uau! Que vontade de ler este livro! Deve ser super tenso e contagiante! Eu quero! Já tinha ouvido falar, mas nunca tive interesse pela estória. Ótima resenha!
    Um beijão,
    Duda =]
    http://dudaoliveira10.blogspot.com.br/

  13. Ana Ferreira disse:

    Duda, achei a temática desse livro extremamente chamativa, cheia de mistérios que me intrigaram já ao ler sua resenha.
    Não sei se é a minha falta de hábito de ler romances policiais ou se eu sou meio tapada para essas coisas mesmo, mas raramente desvendo a verdade antes que ela se mostre definitivamente.
    Apesar de ser um romance histórico e de não ter muita coisa a ver, não posso deixar de citar “O Palácio de Inverno”, que tem algo essencial em sua história descoberto por muitos ao início. Algo que eu só percebi quase ao final, achando fantástico. haha
    Beijo, querida!

  14. Lucas Martins disse:

    Duda, achei a premissa do livro bem interessante. Os livros nesse estilo estão me deixando curioso, tipo Deslembrança. Seria realmente perturbador acordar sem saber quem é, ou ter lembranças.
    Sei como é quando descobrimos o final antes de ele chegar, mas continuamos curiosos para ter certeza e ligar as pistas. Gosto quando isso acontece nos livros, apesar de tudo.
    Curti a quote! Fiquei com bastante vontade de ler, Duda!
    Beijão!

  15. Eu li o livro e amei, eu realmente não tinha noção de nada até as últimas páginas, estava exatamente como Christine, sem saber no que acreditar.

  16. Julia G disse:

    Duda, não acredito que fiquei totalmente querendo esse livro agora! Primeiro, a proposta dele me lembrou o filme Como se fosse a primeira vez, mas o mistério deixou tudo ainda melhor! Gostei de tudo o que você citou, espero poder ler logo ;D

    Beijos

  17. Brubs. disse:

    Você só fez eu querer mas uma vez, ler esse livro, parabéns pela resenha, eu ainda peguei esse livro na mão pra comprar na livraria mais deixei ele e levei outro, agora eu fiquei com remorso e quero ir buscar ele, parece ser um livro muito bom mesmo, vc consegui mostrar isso na sua resenha.
    Mas uma vez parabéns pela resenha
    Beijos
    bruna-Livros de Cabeceira

  18. Duda, desde que tinha visto falarem deste livro na primeira vez, fiquei curiosa,embora essa ideia de pessoas que não possuem memória curta não seja algo exatamente novo.
    Primeiro quero comentar o fato de a personagem manter um diário e deve mesmo ser bem difícil de repente você descobrir que a única pessoa que você tem para confiar, você não pode confiar. E por quê?
    Ultimamente tenho pego uns livros que descubro o mistério antes dele ser revelado e passei a acreditar que isso não significa uma falha do autor, mas que eu sou muito esperta (eu me amo!!), kkkkkk. Tá,chega de brincar.
    Por ter esses muitos questionamentos, deve ser um livro daqueles de tirar o fôlego.

    Beijocas!

  19. Quemuel disse:

    Aii, só aumentou a vontade que tenho de ler esse livro!!!
    Beijos, Muel
    http://theworldofbooks7.blogspot.com.br

  20. WilLDuarte disse:

    Oi Duda!
    Desde que você mostrou esse livro na sua caixinha do correio fiquei com muita vontade de ler.
    Deve mesmo ser muito angustiante acordar todos os dias sem fazer ideia de onde vocês está e tudo mais, de qualquer maneira o que me chamou mais atenção no livro foi o mistério. Acho que toda essa premissa irá dar uma estória sensacional!
    Estou super ansioso para ler o livro e espero lê-lo logo. Beijão! ;*

  21. Oi flor,
    Estou super curiosa para ler esse livro sendo que ele esta na minha lista de top 5 a adquirir…acho que deve ser uma historia bem intrigante por todo o contexto da falta de memoria da protagonista. Espero gostar dele tambem assim como Você quando eu conseguir adquiri-lo.
    bjks
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa

  22. Ok. Preciso desse livro. Preciso muito desse livro. Como você disse em sua resenha, chama muita a atenção do leitor a situação angustiante de Christine. Me peguei imaginando como seria estar na situação dela e confesso que nada me veio em mente. O fato de ela ler no diário para não confiar na única pessoa que parece ter um lugar certo e seguro em sua vida foi uma ótima ideia. Ao que me parece, a história é no mínimo, intrigante.
    Você ter descoberto a resolução do mistério antes do fim e ainda sim se sentir presa e curiosa com o livro me deixou ainda com mais vontade de ler. Adoro leituras viciantes, que me prendem do início ao fim, e pelos seus elogios a narrativa, parece ser uma ótima obra. Parabéns pela resenha, ficou ótima. Desculpa pelo comentário que não ficou muito bom, mas, a intenção foi boa KKKKK

    Beijos
    @EntreLeP / @PollyanaCampos
    http://entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br/

  23. Genilda Silva disse:

    Sei que é ficção, mas vi um caso semelhante há alguns dias atrás. O marido teve que reconquistar a própria esposa que após uma pancada na cabeça acidentalmente perdeu a memória. O livro me parece uma leitura de qualidade, eu leria! 😀

  24. ADOREI a capa, no começo do post lembrei do filme Como se fosse a primeira vez, mas ao continuar lendo descobri que não tem nada haver, rs… fiquei curiosa em saber como e porque esse marido não realmente o homem dedicado…

  25. Luisa Cabrini disse:

    Gostei muito da resenha! Estava procurando algumas sobre o livro após me deparar com notícias sobre o filme baseado no livro, para saber se realmente é interessante a história. Vou colocar na lista de 2014 Antes de Dormir!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *