resenhas category image [Resenha] Branca de Neve, Os Contos Clássicos, Vários Autores 16/02/13

Os contos de fadas nunca saíram de moda, mas é fato que nos últimos tempos eles voltaram com tudo, principalmente Branca de Neve que teve, somente no ano de 2012, duas grandes adaptações cinematográficas distintas.

Sempre tive uma imensa curiosidade em ler o conto em seu formato original. O que eu não sabia, no entanto, é que não temos o conhecimento específico de qual foi a primeira história contada, não existe uma versão original, e sim várias delas, transformadas e modificadas ao longos dos séculos por diversos autores, sendo a mais famosa – e mais próxima da que nós conhecemos hoje – a dos irmãos Grimm.

Branca de Neve, Os Contos Clássicos, se propõe a nos apresentar algumas dessas versões, começando por Pequena Branca de Neve, escrita pelos famosos irmãos, seguida, logo após, pela primeira transcrição de que se tem notícia, A Jovem Escrava, do italiano Giambattista Basile, que apresenta, inclusive, algumas similaridades com o conto A Bela Adormecida.

Percebemos que mesmo em histórias distintas, separadas pelo tempo, costumes e/ou geografia, a inveja e o ciúme são os grandes catalisadores de todos os atos de maldade, sejam eles perpetrados pelas mãos da madrasta ou até pela própria mãe da protagonista. Em certos relatos, o pai, geralmente omisso ou pouco interessado, toma papel ativo na maldade e age contra a própria filha para agradar a amada.

Uma das coisas mais impactantes para mim, porém, foi perceber não apenas a submissão de Branca de Neve em relação ao seu destino, sempre colocado nas mãos de terceiros, mas a constatação do seu salvamento pela figura de um príncipe, no mínimo, esquisito, que na maioria dos contos de apaixona por uma morta. A necrofilia está presente em quase todas as histórias, diferente da versão da Disney, onde o príncipe conhece a jovem ainda viva. O canibalismo, por parte da madrasta, também é um aspecto recorrente.

“Naquele momento, um jovem veado passou correndo. O caçador matou-o, tirou seus pulmões e figados e levou-os para a rainha, como prova da morte de Branca de Neve. O cozinheiro preparou as vísceras com sal, e a Rainha Má comeu tudo, supondo que saboreava os pulmões e fígados de Branca de Neve.”

Há também diversas informações a respeito de adaptações de filmes, peças, e até revistas em quadrinhos. Por último, podemos conferir na íntegra um excelente conto inédito, escrito pelo próprio organizador, tradutor e comentarista da coletânea, Alexandre Callari. Em sua versão conhecemos uma branca de neve mais ativa, que amadurece em decorrência dos infortúnios impostos em sua vida. Os personagens são mais desenvolvidos e crescem ao longo do enredo; suas motivações são mais claras e o cenário é bem construído. Além disto, a visão apresentada pelo Callari é completamente inovadora e, vale ressaltar, ocupa metade das páginas do livro.

O autor também é o responsável pelos comentários encontrados ao final de cada versão apresentada. Descobrimos, por exemplo, que mesmo a versão dos irmãos Grimm já sofreu alterações com o tempo. Originalmente escrita para um público adulto, possuía passagens muito pesadas para os ouvidos de uma criança. Com o sucesso perante o público infantil, o conto foi amenizado, mas ainda assim possui passagens desconcertantes, excluídas, por exemplo, da versão preparada pela Disney mais de um século depois.

Com bordas desenhadas e uma linda diagramação, Branca de Neve, Os Contos Clássicos, é uma ótima pedida para os ávidos curiosos dos antigos contos de fadas. O cuidado na preparação é nítido e caprichado. Senti apenas um pouco de falta de cores vivas nas ilustrações em preto e branco, que certamente trariam um brilho a mais para a obra. É incrível constatar o poder que essas histórias ancestrais ainda exercem quase meio milênio depois do seu surgimento, imortalizadas por autores que se dedicaram a transcrever tradições e costumes, deixando-os como herança para toda uma geração vindoura.

Título Original: Branca de Neve, Os Contos Clássicos
Editora: Generale
Número de Páginas: 212
Gênero: Contos de fadas
Cedido em parceria com a Generale


Compartilhar
31 comentários
Postado por Eduarda Menezes em 16/02/13
Eduarda Menezes
Jornalista e blogueira literária. Devoradora compulsiva de livros. Lê quase de tudo, desde ficção científica até livrinhos de banca. Como não só de livros vive o ser humano, também se ocupa com outras atividades como ir ao Cinema, assistir séries de TV e adivinhar os vencedores do Oscar do próximo ano.
Deixe aqui seu comentário!


31 comentários »
16/02/2013 às 05:50
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Parece ser bem legal.
Eu adoro as versoes Grimm dos contos haha

[Responda]


16/02/2013 às 11:53
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Olá, Eduarda!
Eu já tinha visto esse livro, mas até então não tinha muita curiosidade.
Quando eu era pequena, tinha três livros com os clássicos dos Grimm. Só saudades.

Apesar do título ter a palavra “clássicos”, eu tinha a impressão de que eram novos contos de Branca de Neve e acho que o tema em 2012 me desempolgou um bocado..

Entaão, curioso você citar a necrofilia e o canibalismo, que são aspectos pavorosos para histórias de amor e o sempre não-papel do pai na história.
Sempre percebo comoo essas histórias criam um esteriótipo de madrasta má, hahaha.

Beijocas!

[Responda]


16/02/2013 às 13:43
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Adoro contos de fadas, e realmente Duda, eles estão voltando com tudo.
Os contos menos “embelezados” tem toda uma pegada mais sombria, e amo isso; e muito legal ver todo esse imaginário de épocas passadas. Histórias essas, que para os ouvidos de uma criança, pode ser algo bem chocante.
Apesar de saber da existência do livro, nunca li uma resenha dele. E você me deixou bem entusiasmada. O livro parece interessantíssimo.

Bjão flor!

-Amigas Entre Livros-

[Responda]


16/02/2013 às 13:45
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda!

Adorei a capa desse livro. É linda! Já faz um tempo que estou querendo comprar uma edição dos Contos dos Irmãos Grimm, que consiste em um box com dois livros em capa dura. É lindíssimo, mas com um preço um pouco salgado, por isso ainda não comprei.

Parece que quanto mais a gente lê literatura contemporânea, mas temos a necessidade de conhecer os “clássicos”, e então entender o porque de assim serem chamados.

O seu texto ficou ótimo!

Bjs

[Responda]


16/02/2013 às 14:40
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda,
Eu nunca tinha lido nenhuma resenha deste livro. E agora vi a sua e adorei. Sempre vou na livraria pego ele não mão, daí fico olhando os outros e no fim sempre deixo esse de lado. Mas agora certamente vou comprar. Adoro Branca de Neve.
Beijos,
Katielle
http://leituramaravilhosa.blogspot.com.br/

[Responda]


16/02/2013 às 15:27
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi, Duda!
Não me lembro o nome do blog, mas já vi algo falando sobre os contos de fada “versão sem cortes”. Não eram os contos, mas uma espécie de resumo e parece que as coisas não eram tão leves mesmo. o_o’ Eu realmente gostaria de ler os “originais”, não só os da Branca de neve, mas os de outras histórias também.
Esse livro é aquele tipo que você embala com um laço e já vira presente. Coisa mais linda. ♥

[Responda]


16/02/2013 às 15:42
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi, Duda! Eu acho a capa desse livro muito bonita, e adorei a resenha, mas não tenho muita curiosidade em lê-lo, acho que não me agradará tanto.

Beijos
http://www.carolinecuri.blogspot.com

[Responda]


16/02/2013 às 16:06
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda!

Eu quero muito esse livro, ele parece ser realmente completo. Gostaria que tivesse ele com outros contos de fada também. Principalmente A pequena sereia e a A bela e a Fera (meus favoritos).
Branca de neve é justamente meu conto menos favorito (e só por causa disso claro que são feitas milhoes de adaptações kk)

Beijoos,
Brenda Lorrainy
cataventodeideias.com

[Responda]


16/02/2013 às 16:14
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda!

Pra mim, ainda é melhor ficar com a versão de conto de fadas da Disney hahaha.
Mas sempre tenho curiosidade de conhecer as verdadeiras histórias por trás dele.
Esse livro deve ser ótimo para conhecer essas histórias. No filme Branca de Neve e o Caçador também há um pouco do canibalismo pela Rainha Má.

Ótima resenha!
Beijos

[Responda]


16/02/2013 às 16:44
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Não sou fã de contos de fadas, mas sempre ouvi que os irmãos Grimm haviam contado a historia original, não imaginava que até isso já tivesse sofrido tantas alterações, sempre achei o lado adulto desses contos muito interessante. Parabéns pela postagem muito boa ^^

Abraços

de Likecritics.blogspot.com

[Responda]


16/02/2013 às 16:53
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda

Eu adorei esse livro, nossa muito legal ver o enredo por outros pontos de vista, a Branca de Neve tão dependente, o príncipe que ama um corpo o.O, etc.

Bjus

[Responda]


16/02/2013 às 20:26
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Eu amo contos de fadas!! Qualquer versão, livros, filmes, desenhos animados. Tudo! A Bela E A Fera é o meu favorito! Mas adoro os outros também.
Apesar das versões reais dos contos dos Grimms serem mesmo “assustadoras”, eu adoro ler à respeito, pois assim nós conseguimos perceber, ter um pouco mais de noção de como era a sociedade e os costumes daquela época. Em um semestre da faculdade, foi usado o livro “Alice No País Das Maravilhas” como o livro do semestre. Ele é maravilhoso nessa questão da “subliminaridade” e, mesmo sendo mais novo do que os ‘contos de fada’, ele também possui vários elementos que não são exatamente o que parecem ser. Nós fizemos vários trabalhos e pesquisas envolvendo as origens dessas histórias. É impressionante a habilidade dos autores ou “contadores de histórias” de conseguirem criar essa atmosfera tão simbólica em suas obras. Você já ouviu sobre a história da Cinderela, em relação à parte em que suas irmãs estão experimentando o sapatinho de cristal para conseguirem se casar com o príncipe? Se ainda não leu, vale a pena ler. Eu fiquei impressionada com essa e mais um monte de outras coisas que descobri, haha. São macabras às vezes, hahaha. Tem um artigo de uma professora da USP, que pode ser encontrado na internet e fala exatamente disso. Adorei a sugestão desse livro. Um beijo!

[Responda]


16/02/2013 às 20:49
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda!
Achei esse livro superinteressante! Principalmente por se tratar de várias versões desse conto tão conhecido. É bom ver o lado de cada escritor sobre a Branca de Neve.
Esse mundo encantado dos contos de fada originalmente criados pelos irmãos Grimm estão fazendo parte do meu cotidiano como telespectador, por conta de uma série que conta exatamente isso. Como esse livro da sua resenha, a série Once Upon a Time apresenta outra versão para cada conto de fada. Recomendo essa série para você!
Parabéns pela resenha!
Bjs! :-)

[Responda]


16/02/2013 às 23:33
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Ah, eu amo contos de fadas! ♥ Mas fiquei chocada: necrofilia? Mesmo? Mas você acha que se torna inapropriado pra mim, que tenho, tipo, 15 anos? Queria muito lê-lo, mesmo! Ótima resenha =)
@mmundodetinta
maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

[Responda]


17/02/2013 às 00:10
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi, tudo bom?
Obrigada por comentar lá no blog,estou retribuindo sua visitinha.
Maravilhosa resenha, adorei, ainda não li esse livro mas queria muito.
Beijos*-*

Território das garotas
@territoriodg
http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

[Responda]


17/02/2013 às 01:07
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Eu já tinha visto esse livro, e quando soube d que ele era, eu fiquei, tipo “nossa”. Para mim a estoria da Branca de Neve era a do desenho e ponto. Não sabia que tinha mais outras, diferentes. Eu quero mt ler esse livro, pois a Branca de Neve é a minha princesa favorita – bom, ela e a Bela – Maaas dela eu tinha fantasia quando era criança e me achava parecida com ela – por causa do corte e cor do cabelo- Enfim, quero esse livro para mim u.u

[Responda]


17/02/2013 às 14:10
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

DUda, eu estou muito afim de ler.
Eu tenho o conto original da Branca de Neve aqui em casa, mas não de outros.
Tenho também algumas versões do mesmo conto adaptadas para crianças, mas bem menos infantis que as versões Disney.

Adoro quando posso vir ver sua opinião sobre livros assim, porque consigo ver uma opinião de jornalista e me encanta com livros polêmicos.

Obrigada,
liliescreve.blogspot.com

[Responda]


17/02/2013 às 14:34
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Bem legal o livro, linda capa! Achei interessante você ressaltar a presença do canibalismo e da necrofilia nessas histórias. Assim como em outros contos infantis também há diversas mensagens escondidas por trás de simples contos pra dormir.

(desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

[Responda]


17/02/2013 às 15:53
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi, Duda, tudo bom?
Adoro contos de fada, principalmente os da Disney, os quais cresci assistindo. Sempre vejo comentários a respeito que os contos de fada não eram tão infantis assim nas versões originais, mas nunca peguei um desses para ler. Gostei muito da proposta do livro, unir várias versões de um mesma história tão conhecida parece muito legal, até porque não conhecemos o seu verdadeiro autor e dessa forma acho que dá para ver diferentes nuances do enredo que foram enfatizadas de acordo com a época e o lugar no qual o autor estava.

Beijos

[Responda]


17/02/2013 às 17:51
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Adoro contas clássicos,apesar de A branca de neve não ser a minha preferida li uma fez um contos escritos pelo irmãos Grimm da Rapunzel que tem um ar bem pesado da maldade e inveja,mais gostei mesmo assim.

[Responda]


17/02/2013 às 18:34
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Ai eu to louca por essse livro, minha princesa preferida é a branca de neve e a cinderela *-* Queria muito conhecer as várias versões da história, já li várias, mas nunca é demais.

[Responda]


18/02/2013 às 01:39
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Tenho acompanhado grande parte das histórias que estão sendo recontadas, seja no cinema, televisão ou até mesmo literatura, por isso tenho interesse nesse livro desde que conheci. Só não imaginava que encontraria necrofilia e canibalismo (aparentemente um pouco estranho, mas dizem que os contos de fadas são sempre sombrios) :o De qualquer forma, acho válido acompanhar tantas versões diferentes de uma história que está presente na vida de pessoas de gerações tão distintas, e que provavelmente continuará viva com o passar dos séculos – como você mesma citou.

Beijos!

[Responda]


18/02/2013 às 16:19
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi Duda!!!Prefiro ficar na memoria o conto de fadas fofo da disney do que acrescentar necrofilia e canibalismo a um conto de fadas tão lindo =/ Fico impressionada da forma que as historia podem mudar conforme o passar do tempo!!Sei não se leria!!rsrs Bjus

[Responda]


18/02/2013 às 21:53
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Oi querida!
A leitura deve ser mais do que interessante! Acho muito legal ver como há distintas versões de uma mesma história e de como ela se modifica com o passar do tempo, ainda que muitos elementos básicos continuem presentes.
O canibalismo e a necrofilia certamente chamam a atenção, principalmente para quem tem mais contato com a versão da Disney, a mais leve de todas!
A história original deve mesmo ser mais pesada e sombria!
Beijão!

[Responda]


21/02/2013 às 21:59
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Dias atrás eu quase comprei ele no submarino, mas como não tinha ouvido falar nele acabei desistindo.
Agora lendo a sua resenha percebo que deixei de fazer uma excelente compra.

Beijos
Fernanda Souza
http://www.leitoraincomum.com

[Responda]


24/02/2013 às 17:20
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Tá ai um livro que morro de vontade de ler, não porque gosto da Branca de Neve, alias não tenho nada contra, mas porque sempre quis ver essas diferenciações de autor para autor, de tempos em tempos. Há alguns anos atrás eu não sabia que os contos eram adultos e depois foram modificados para as crianças – que por dentro do assunto eu. Desde o ano passado que eu namoro esse livro, mas até agora não pude comprar.

[Responda]


24/02/2013 às 19:01
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Que linda essa capa! Não conhecia o livro, acho que deve ser bem interessante ler a branca de neve escrita por diferentes autores. Nossa, não sabia que foi escrita para um público adulto, pra mim sempre tinha sido um conto para crianças.
Bjss

[Responda]


26/02/2013 às 15:12
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

oi,
Primeira vez que li um resenha sobre este livro e me encantei bastante. Juro, que to numa fase que qdo leio uma resenha sobre o livro novo até torça para que não seja boa p/eu não desejar comprar…rsrs
Mais este vai entrar na lista enorme… q tenho.

[Responda]


27/02/2013 às 23:10
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Bem eu conheço somente as historias atuais de Branca de neve, nunca li nenhum classico sobre a historia, adorei fiquei com vontade de conhecer esse livro.

[Responda]


28/02/2013 às 00:21
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Adoro livros que envolvam contos de fada, e desde o lançamento fiquei muito curiosa com esse livro :)

beeijo!
Letícia – umceudeletras.blogspot.com

[Responda]


28/02/2013 às 11:58
Visitante assíduo e já deixou 6365 comentários.

Deve ser muito legal esse livro eu gostaria muito de ler ele, pois sou apaixonada por contos clássicos, pois já sou grandinha, mas ainda sou apaixonada por contos de fadas.

[Responda]