MENU

by • agosto 20, 2013 • ResenhasComments (34)2391

[Resenha] Guerra Mundial Z, de Max Brooks

Guerra Mundial ZTalentoso, visionário, gênio, detalhista e estrategista. Max Brooks é tudo isso, além de um ótimo escritor. Ao criar um universo apocalíptico ele pensou em cada aspecto possível, o antes, durante e depois. Cada uma das etapas é rigorosamente abordada: o início dos rumores, o período da Grande Negação, quando as pessoas não ousavam acreditar que algo do tipo poderia acontecer, a fase do Grande Pânico, as guerras, misérias, sofrimentos e, enfim, a calmaria.

O primeiro narrador, responsável pela apresentação do livro, não tem nome. Ele passou pela guerra e, quando pedido para escrever um relatório sobre o período, foi censurado pelas Nações Unidas por descrevê-la muito emotivamente. Pensando ser imprescindível transmitir para as próximas gerações o máximo possível, ele resolve inserir o dito fator humano em seu texto e começa a escrever um livro-documentário que basicamente é o exemplar que temos em mãos.

A estrutura narrativa não é como eu pensei. Ele não conta apenas uma história, conta dezenas. O narrador oculto permanece nas sombras, realizando diversas entrevistas e é por elas que começamos a entender a guerra. Vozes diversas nos orientam, nos apresentam inúmeros pontos de vista de pessoas de várias localidades do mundo que passaram pela Guerra Mundial Z e sobreviveram. Tem até direito a um capítulo no Brasil.

Os depoimentos são vívidos e intensos. Para escrevê-los Max Brooks  fez uso de todo o seu conhecimento intelectual, um sério, longo e aprofundado trabalho de pesquisa que certamente exigiu muita dedicação. Ele assume diversos cargos (e transcorre com propriedade de assunto por cada um deles) e diversas personalidades de várias partes do planeta, fato que lhe exigiu ao menos o mínimo de conhecimento político e social a fim de criar um cenário crível.

Cada um dos “entrevistados” fornece um novo ponto de vista sobre os Anos Sombrios, pois o vivenciaram de modo diferente. É incrível e digno de nota todo o alcance que ele consegue cobrir. As estratégias adotadas por cada grande nação, as crises, mortes, massacres, tentativas de fuga, provações, extermínio. Cada pequeno problema que poderia advir de tal situação foi bem coberto, ganhou determinações próprias. É fácil imaginar um apocalipse zumbi, difícil é discorrer sobre cada uma das implicações individualmente, tudo que poderia acontecer a partir daí, e ele fez isso como nenhum outro.

Guerra Mundial Z é completo e extremamente abrangente. O texto, sempre em primeira pessoa, nos aproxima dos entrevistados, nos conectam com suas histórias. Eles nos contam o que aconteceu, como passaram por isso, como sobreviveram. Todos têm algo a dizer e acrescentar em seus relatos de superação, tristeza, tormento e esperança. Os erros, acertos e decisões por parte dos líderes globais são amplamente discutidos. O custo de bilhões de vidas em um cenário caótico e aterrador nos faz refletir se o quadro imaginado pelo Brooks estaria longe, ou perturbadoramente perto, do que aconteceria na realidade.

Título original: World War Z
Editora: Rocco
Número de páginas: 368
Gênero: Romance apocalíptico
Cedido em parceria com a Rocco

Related Posts

34 Responses to [Resenha] Guerra Mundial Z, de Max Brooks

  1. Oi Duda,
    É dificil ler uma uma resenha tão empolgante quanto essa, e não ficar com vontade de ler o livro.
    Embora um apocalipse zumbi não me pareça algo lá tão interessante, Guerra Mundial Z parece ter seus diferenciais.
    Apenas fiquei com pé atrás por causa destas entrevistas. Fiquei me perguntando se interrompe a continuidade da estória…
    PS: Por sinal, terminei de ler “Branca como o leite, vermelha como o sangue”. Sem palavras para descrever como o livro é bom… Obrigado pela indicação!
    Abraço,
    Alê
    Além da Contracapa

    • Eduarda Menezes disse:

      Oi Alê,
      D’Avenia é muito <3 Feliz que gostou da indicação 😀
      Quanto ao Guerra Mundial Z, o livro é todo em formato de relato/entrevista e, longe de interromper, as perguntas deixam a leitura mais dinâmica.
      Abraços!

  2. Adoro Zumbis! Pense em uma das criaturas que mais gosto, e esse clima de apocalipse Zumbi totalmente envolvente. Que nos faz vibrar, nos desesperar e sentir toda carga emocional dos personagens!

  3. O livro parece ser intenso e forte. Vi cenas do filme no cinema que já me deixaram impressionada. Imagina eu lendo este livro. Você diz que o livro traz a história de várias famílias que passaram pela tragédia e pela dor . O livro deve ser impressionante. Amei. Beijos

  4. Erika Paiva disse:

    Fiquei muito curiosa para ler o livro, pois parece ter uma temática muito interessante.

  5. Beto disse:

    Olá Duda,
    Resenha bem esclarecedora quanto ao conteúdo do livro. Adquirido!! Só esperando chegar agora. Enquanto não chega vou lendo Coisas Que Ninguém Sabe – Alessandro D’Avenia. Recomendo… Abraço.

  6. Tiago Vieira disse:

    Oi Duda!

    Guerra Mundia Z me parece um ótimo livro, após a leitura de sua resenha.
    Gostei da forma como o livro é formulado, através de depoimentos dos personagens.
    Fiquei curioso em conhecê-lo, e tive uma ótima impressão a respeito de Maz Brooks.
    Sendo assim vou participar da promoção torcendo para ganhar!

    PS: O resultado vai sair aqui no blog?

  7. Oi Duda!
    Eu simplesmente AMO livros (e filmes também) que retratem um universo apocalíptico! Seja sociedades paralelas, apocalipses zumbis, enfim, qualquer tipo de cenário pós apocalíptico. Guerra Mundial Z já se encontra na minha lista de desejados à um tempinho, talvez devido já ter saído o filme recentemente, e quero ler o livro primeiramente para poder ver o filme, entretanto ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Nunca li livros com esse estilo de narração, estilo entrevistas, entretanto tenho curiosidade. Adoro suas resenhas! Me pergunto como demorei tanto para descobrir o seu blog e gostaria de ter mais tempo para acompanhá-lo, estou no ultimo ano do colégio então já dá pra imaginar que meu tempo está curto e as coisas não estão fáceis 🙁 Seus textos são instigantes e suas dicas são ótimas. Você já pensou em, de repente, escrever algum livro? Pois sua escrita é excelente!!!

    • Eduarda Menezes disse:

      Oi Lorena,
      Eu também gosto muito do tema!
      E que comentário mais lindo <3 Muito obrigada. Significa muito para mim.
      Sempre quis escrever um livro, mas ainda me falta inspiração para uma boa história hehe Vamos ver se um dia ela vem!
      Feliz em saber que gosta do blog 😀

      • Que bom que você gostou de meu comentário, estou apenas falando a verdade 🙂
        Quem sabe, em um futuro próximo, não temos um livro da escritora Eduarda Menezes, bom, eu pelo menos, compraria com toda a certeza, e creio que muitas pessoas compartilham de minha opinião. E é com essa mesma humilde opinião que digo que acredito que você tenha vocação para a coisa.
        Enfim, tentarei fazer o possível para ser mais ativa aqui, pois amo o blog! 😀

  8. Fiquei muito curioso para ler por ser algo bem complexo. Gosto de coisas complexas e que fazem o leitor pensar.
    Parabéns pelo site Duda!

  9. Oi Duda

    Eu adorei o filme, se um dia acontecer a chegada dos zumbis espero que eles não sejam rápidos como aqueles.

    Fiquei muito interessada em ler esse livro, não só por adorar zumbis, mas achei curiosa a ideia dessa narração jornalística, deve dar uma sensação de realismo que faz toda a diferença na leitura, e pelo o que você disse o autor soube usar esses artifícios.

    Bjus

  10. Joedson Lopes disse:

    Ah, os zumbis… Me considero um verdadeiro “Zombie-Addict” – com a licença do trocadilho. Sou fã[zasso(?)] da série The Walking Dead, que pra mim é a referência desse universo, pois foi a franquia que trouxe de volta a magia (dá pra usar essa palavra?) dos mortos-vivos com muita maestria. Consumo tudo da série: quadrinhos, série e livros, que são muito bons por sinal!
    Voltando ao livro de Max Brooks… Confesso que não sou entusiasta de livros em 1ª pessoa, mas me parece que o artifício do autor, de relatar o livro em forma de entrevistas/diário, o deixou ainda mais dinâmico. Também não assisti ao filme, contudo, ouvi boatos de que é péssimo (acho um feito deixar ruim algo com zumbi no meio mas, ao que parece, conseguiram..). Conheço outro livro do autor: “O Guia de Sobrevivência aos Zumbis”, que é uma espécie de “Manual de Instruções” para o apocalipse zumbi, é massa.. você o conhece? 🙂

    • Apenas não me contive quando vi que você é louco por The Walking Dead, e eu também sou, e não resisto quando vejo pessoas que tenham o mesmo gosto que eu, tenho vontade de falar com elas. Enfim, era só isso mesmo slkjdlkasjdkalsj bjos

      • Joedson Lopes disse:

        Lorena, também tenho esses sentimentos quando encontro pessoas no dia-a-dia que gostam, não só de TWD, mas de outros livros que eu (fico surtado quando encontro, pessoalmente, um fã – leitor – d’As Crônicas de Gelo e Fogo)! kkkkkk 🙂 bjo

        • Então você me entende né açlsdjaskldjlasjld sou louca para ler as crônicas de gelo e fogo mas ainda não tive a oportunidade de fazê-lo, até mesmo porque alguns livros são bem grandinhos e estou em ano de vestibular, sabe como é estou com pouco tempo, está difícil conseguir terminar uma leitura infelizmente. Mas várias pessoas que eu conheço já falaram bem da série 🙂 bjbj

    • Eduarda Menezes disse:

      Oi Joedson,
      Sério que te disseram que o filme é ruim?
      Escutei geral que todos amaram hehehe Espero gostar também! Eu deixei de assistir porque queria ler o livro antes, mas agora vi que nem precisava fazer isso. Pelo que percebi, o livro é bem diferente do filme. Depois eu volto para fazer um Roteiro Adaptado aqui no blog. 🙂
      E já ouvi falar do Guia de Sobrevivência sim! Inclusive, quero ler depois, parece ser ótimo.

      • Joedson Lopes disse:

        É fato que mudaram a história do livro. Tanto é que, pelo que entendi, a história do livro se passa como pano de fundo enquanto a principal (de Brad Pitt/ sua família), foi inventada pra inserir o drama hollywoodiano (não se é verdade, foi o que li em alguns sites)… Ficarei aguardando o roteiro adaptado, para saber sua opinião do filme! 😉

  11. Gabi disse:

    Eu não sabia muito bem sobre a história do livro, tinha julgado como algo bem diferente. Sua resenha me deixou com bastante vontade de ler!

  12. Bem legal a resenha e também falaram muito bem do filme. Ainda não li o livro, mas depois de ganhar o seu vou poder comparar o filme com ele. 🙂

  13. Iure Silva disse:

    Gostei da resenha do livro. Vou lê-lo primeiro. Ainda bem que não assisti ao filme ainda. Espero ganhar o sorteio.

  14. Luana disse:

    Ameidorei a resenha e estou ainda mais curiosa pra ler ele 🙂
    sempre adoro os seu videos então isso não é surpresa alguma.

  15. Eduarda!
    Gosto do tema Zumbi e fiquei imaginando uma guerra apocalíptica de zumbis. Deve ser bem interessante.
    Literatura fantástica põe asas a nossa imaginação e sua resenha empolgante atiçou minha curiosidade.

    Participo do sorteio e mais tarde sairá divulgação no blog.

    Um final de semana esplendoroso!
    Paz, amor e muita luz!
    cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  16. Katy Paiva disse:

    Amei o livro, sempre quis ler livros apocalípticos/ pós apocalípticos mas nunca encontro. eu vi o filme e amei, estou louca para ler o livro.
    Participando http://www.book-addict.com/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif

  17. Já tropecei por esse livro algumas vezes por alguns blogs e sites e apenas tinha conhecimento sobre o que o livro trazia em si: um mundo apocalíptico zumbi. Não sabia que envolvia várias histórias e/ou entrevistas como você citou logo acima na resenha! Acho que foi exatamente essa maneira de ser escrita que me cativou, me fez ter interesse. Sua resenha, de fato, me empolgou bastante e me fez ter uma louquinha vontade de conferir a obra 🙂
    Como não sou besta, haha, participarei da promoção e tentarei a sorte 🙂
    Um abraço ;*

  18. Flor, que belíssima resenha, adorei.
    Mas principalmente o final, vc descreve tão bem o seus sentimentos lendo o livro que me deixou incrivelmente curiosa, e querendo vivenciar essa estória tb.
    Estou torcendo muito para ganhar tb.

  19. Participando e louca pra ganhar esse livro. Adorei.
    elizabethmsalles@hotmail.com

  20. Eu vi o filme e amei. To super curiosa pra ler o livro, deve ser melhor do que o filme! Nunca fui fã de zumbis mas acho que vou gostar bastante desses hahaha Beijinhos

  21. Dudaaaa amei a resenha, e nossa só pelo que você disse dá vontade de ler o livro, eu quase assisti ao filme quando saiu em cartaz aqui na minha cidade, pena que ficou só uma semana! Quando eu tiver a possibilidade de ler e assistir ao filme te conto o que achei! Bjão

    Débora

  22. Esse é um livro que sempre tive interesse em ler e isso apenas aumentou com sua incrível resenha, Duda. Até então não sabia como o autor havia estruturado a narrativa e agora posso dizer que foi muito original. Você deve ter assistido ao filme também, que também fiquei interessado em saber como foi realizada a adaptação.
    Espero conseguir ler/assistir o quanto antes!

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *