MENU

by • setembro 24, 2013 • ResenhasComments (43)3432

[Resenha] Não Brinque Com Fogo, de John Verdon

Não Brinque Com FogoAfiado na construção de histórias hipnóticas, John Verdon é um dos autores policias que mais tenho prazer em ler. O magnetismo de suas tramas é incrível, assim como a capacidade de manter o suspense aceso, de mergulhar o leitor no meio de uma investigação intricada de assassinato(s) de  forma instigante, onde ansiamos, precisamos da solução do mistério.

Em Não Brinque Com Fogo, a suposta aposentaria do detetive Dave Gurney mais uma vez é interrompida quando o personagem se vê em meio a um antigo caso sem solução, prestes a se tornar um programa televisivo sensacionalista. Ao revisar arquivos sobre as vítimas do impiedoso serial killer conhecido como Bom Pastor, Gurney passa a suspeitar que talvez o FBI tenha abordado o caso de maneira completamente equivocada, manipulados por uma mente impiedosa e afiadamente racional.

A exemplo das resenhas de Eu Sei o Que Você Está Pensando e Feche Bem os Olhos, ambos livros do autor, preciso chamar atenção para uma das mais acertadas criações do Verdon: Dave Gurney. O personagem é um dos melhores detetives da literatura, e o meu preferido da atualidade, representando muito bem cargos que já foram ocupados por Hercule Poirot e Sherlock Holmes.

Adicionalmente, há algo no Gurney que o torna ainda mais especial: sua humanidade. Longe de parecer um ser imaginado, ele adquire contornos completamente realistas e toma forma e vida diante de nossos olhos. Seus fracassos, temores e incertezas refletem o homem comum, tornando-o ainda mais extraordinário e simpático, palpável e possível.

“Gurney refletiu, talvez pela milésima vez na vida, a respeito de como a emoção cria sua própria lógica, como a raiva é, invariavelmente, a mãe da certeza. Sem dúvida, uma das grandes ironias da natureza humana é o fato de que quanto mais desorientados ficamos por conta de nossas paixões, mais certeza temos da clareza de nossas visões”.

Sua construção é um aspecto importante, some-se isto a um talento em criar tramas engenhosas e uma narrativa magnética da qual não é possível se afastar. Durante a leitura é crescente a expectativa de uma revelação, pista, e possível dedução, tornando todo e qualquer diálogo importante e gostoso de ler. E esta é, para mim, uma das coisas que mais gosto no autor, a capacidade de me entreter a todo momento.

Acontecimentos estranhos, possivelmente conectados, desafiam a mente do leitor que tenta encontrar uma explicação plausível para os enigmas apresentados. Impulsionados pela linha de pensamento analítica e dedutiva do próprio detetive, somos instigados a questionar o caso, a repassar fatos e acontecimentos e analisá-los exaustivamente em busca de algo concreto que parece sempre escapar para o próximo capítulo.

Todas as características mencionadas são comuns aos três livros do escritor. Romances independentes, interligados pelo personagem principal, não é obrigatório seguir a ordem cronológica dos volumes, já que, apesar do autor mencionar vez ou outra sequelas de confrontos passados, ele toma cuidado para não fornecer detalhes que poderiam ser considerados spoilers. Independente do escolhido da vez, Verdon exalta o que há de melhor no suspense policial, com enredos tão envolventes e criativos que vejo como tarefa impossível escolher apenas um favorito.

Título original: Let the Devil Sleep
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 400
Gênero: Romance policial/Suspense
Cedido em parceria com a Arqueiro

Related Posts

43 Responses to [Resenha] Não Brinque Com Fogo, de John Verdon

  1. Ed Melo disse:

    Nossa preciso ler esse livro , eu adoro suspense !
    Mais um Livro que entra na minha lista de compras haha !!
    Bjs Duda !

  2. Aione Simões disse:

    Oi querida!
    Também acho que o cerne da série é o detetive, também me encanta a maneira de como Verdon o construiu!
    Como disse, demorei um pouco para me envolver com essa trama, mas eu também me senti presa a ela a partir do momento que me envolvi.
    Já estou ansiosa pelos próximos volumes!!
    Beijão!

  3. Lili disse:

    Adoro policiais e eu estou muito ansiosa para ler o Verdon. Eu iria ler no mês de agosto, mas a arrumação para as férias me fez diminuir o ritmo e eu não dei conta.

    Em especial pelas características apontadas, como engenhosidade e brilhantismo na construção do personagem e da trama me fazem desejar ainda mais. Acho que tenho que parar de elr as resenhas até sentar pra ler.

    Beijos,
    liliescreve.blogspot.com

  4. Tiago Vieira disse:

    Oi Duda!

    A cada resenha sua que leio sobre livros de suspense e policiais, fico mais curioso para ler, pois como já mencionei algumas vezes aqui nos comentários, não é um gênero de livro que costumo ler.

    Gostei da premissa de Não Brinque com Fogo, e fiquei animado ao saber que o livro é bem construído e os personagens são bem reais. Acho isso muito importante para o melhor aproveitamento da história.

    Parabéns pela resenha!
    Até a próxima!
    .

  5. Acabo de ler outra resenha desse livro e comentei justamente que o personagem foi tão bem recebido pelos leitores que gosto dele antes mesmo da leitura. Imagine então ao ver você citando Holmes e Poirot só confirma o que acabei de citar.
    Não preciso voltar a dizer que gostei da resenha e tenho interesse em conhecer, não é? Acho que isso é só questão de tempo e vou tentar ao máximo ler antes que a editora publique um novo livro (até porque não quero me tornar repetitivo nos comentários).
    Vale lembrar também que apenas a capa já chama muita atenção. É de longe a mais chamativa dos livros do autor.

    Beijos, Duda!

  6. Suzi disse:

    Oii!!
    Apesar de só ter lido um livro do John eu adoro a escrita dele!!
    É intrigante e objetiva, não consegui descobrir o desfecho até as últimas paginas o que não acontece sempre!!
    Estou bem curiosa sobre esse novo lançamento dele o detetive Dave é um homem com marcas sofridas com muitos problemas familiares mas que não deixa que interfira em seu grande talento com detetive 😉 O moço da capa me lembou DEXTER rsrsrs
    Bjus

  7. Cris Aragão disse:

    Eu estou super curiosa para ler esse livro, já li Eu sei o que você está pensando mas acho que esse deve ser ainda melhor.

  8. Mariana FS disse:

    Oi Duda!
    Acho que qualquer coisa que se diga sobre o Verdon precisa começar por salientar o quanto ele acertou na criação do Gurney. Ele também é o meu detetive favorito da atualidade e amando o Poirot como eu amo, não é a qualquer um que eu declararia tamanho amor como declaro ao Gurney sem considerar uma traição ao detetive da Agatha, rsrs.
    Acho que as tramas policiais se moldam nas habilidades e características do protagonista e Verdon não tem errado em nada nas suas.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

  9. Então Duda, finalmente você definitivamente conseguiu fazer com que eu ficasse louca para ler livros policiais, ou thrillers, e assim, estou megaaaa curioosa para conhecer as obras de Verdon!!! É impossível não ficar com um gostinho de quero mais após o término de sua resenha, que por sinal está muito bem escrita como sempre. Como sempre, adorando as dicas que você dá aqui no blog 🙂

  10. Bela resenha, abordando pontos relevantes do livro, despertando o interesse dos leitores, vale a pena conferir.

  11. Milena Soares disse:

    Gosto muito desse gênero suspense policial e pela resenha esse parece ser ótimo, fiquei super interessada em ler!

  12. Sou apaixonada pelo Poirot e pelo Sherlock, estou esperando que o autor consiga honrar os mestre do romance policia, Doyle e Christie, louca pra ler!

  13. Rejane Lenz disse:

    Sou fã de carteirinha dos suspenses policiais… e John Verdon está entre os autores que ainda não li! E agora depois de ler as resenhas dos tres livros dele não posso perder a chance de ganhar a série!

    Torcendo muito!

    Rejane Lenz
    rejanelenz@gmail.com

  14. Nossa, com certeza vou querer ler este livro. Muito legal a história e quero saber qual vai ser o desfecho dele. Beijos.

  15. Esse livro parece-me ser muito bom e desejo muito ler, principalmente agora que li sua resenha e ela me fez ficar com uma enorme vontade de ler.

  16. Thaysa Rocha disse:

    Esse livro vai ter ou tem filme?
    Porque juro que quando vi a capa foi a primeira coisa que pensei.
    Muita cara de capa de livro que virou filme. rs

    Enfim… haha Se não, pela resenha, até que daria um bom filme né?

    Adoro suspense policial, e com certeza esse livro vai pra minha listinha de desejados! *-*

    Beijos!
    http://www.livrosqueinspiram.blogspot.com

  17. Ione Maciel disse:

    Confesso que não conhecia o Autor, mas pelas resenhas e pelos comentários que você faz estou curiosíssima. Botei na lista 🙂

  18. Essa resenha está muito boa! Quero muito o livro!!! :))

  19. Eduarda eu preciso ler essa trilogia….. PRECISO *-*
    Adorei sua resenha, muito valeu sua dica

    Beijo

  20. Iure Silva disse:

    Gostei da resenha… pretendo ler mesmo se não ganhar o sorteio. Nunca li nada deste autor… estou curioso, pelo fato de estar sendo bem aceito pelo público leitor. Participando da promoção. 🙂

  21. Cibele Santos disse:

    Amei a sua resenha, e que otimo autor é John Verdon, seus livros são impressionantes, desde que eu vi o suspense policial: Feche bem os olhos e Eu sei o que você está pensando, fiquei louca para ler todos da série e o que eu reparei nos três livros que andei lendo as resenhas, são os titulos do livros, são titulos em si já recheado de suspense, que desperta o leitor a curiosidade de ler, esse Brinque com fogo, que titulo!!! mas um trama de arrepiar, que reparei que os três livros tem em comum, amo livros de suspense policiais, não vejo a hora de ler a série…
    😀

  22. Shadai disse:

    Esse autor deve ser ótimo mesmo, e seu personagem principal excelente. Preciso muito ler um dos livros dele, urgente!
    Só me assustei um pouco com o número de páginas desse, pois faria eu demorar bastante para terminá-lo.

  23. Ediene Maia disse:

    Muito boa a resenha, tenho muita vontade de ler um livro desse autor, parece ser um ótimo livro.

  24. Duda desde que li suas resenhas anteriores dos livros desse autor fiquei curiosa e ansiosa em comprar essa série. Parabéns por mais uma ótima resenha que só faz o leitor contar os minutos para ter o livro em mãos.
    Adoro quando os livros são considerados séries por causa do personagem, mas com histórias independentes \o/ além disso é fantástico saber que o suspense policial é bem construido.
    Valeu pela dica!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

  25. Eu amei os dois primeiros livros de John Verdon. E concordo com vc qdo diz que a melhor invenção do autor foi Gurney. Adoro a maneira dele de ver as coisas e as pessoas. Estou louca por esse livro, toda vez que fui comprar estava esgotado. Sua resenha me deixou com ais vontade ainda de ver qual a nova missão de Gurney. bjus

    Eykler

  26. Olá Eduarda!!
    Adorei conhecer um pouco mais sobre ‘Não Brinque com Fogo’, livro que eu já tinha ouvido falar mas não sabia que era assim tão excitante! Não li nenhuma obra do autor ainda, mas morro de curiosidade e depois de ler esta resenha somente aumentou…è tão bom quando você se surpreende com o livro, você me animou bastante!!
    Bjuss

  27. Pamella Moura disse:

    Cada vez mais me interesso pelos livros do autor, ainda quero ter essa oportunidade. Adoro o gênero!

  28. Esse não é meu gênero preferido, mas estou curiosa para ler os livros desse auto…
    Pelo que eu li na resenha o livro é bem trabalhado e envolvente…

  29. Adm disse:

    Amo suspense! quero ler!

  30. Tâmara Moya disse:

    Oi Duda
    Bom saber que apesar de terem algum diálogo entre si, funcionam de forma independente, como a maioria dos policiais.
    Parece que toda a trama é bem amarrada e as respostas satisfazem e são coerentes com o mistério criado pelo autor. Acredito que todo o caso do livro é intrigante, inteligente e envolvente.
    Para que quem curte o gênero policial. com certeza esse livro não pode deixar de ser lido!
    Já na lista de leitura.
    Bjus

  31. Ingrid Sodré disse:

    Adoro livros do gênero policial, inclusive estou lendo um ótimo “Os homens que não amavam as mulheres”, do Stieg Larsson.
    Esse livro realmente intimida, não só pelo título, mas pela capa em si. Encontrei-me curiosa ao ler a resenha, fico imaginando que devorarei o livro se de fato o ler. Gostei bastante do enredo.

  32. Nardonio disse:

    Depois da Diva Agatha Christie, é bom saber que temos o John Verdon atualmente. Ele é realmente show de bola no quesito suspense policial. Adoro suas narrativas, pois, como você disse, ela segue em um ritmo ideal para desenvolver as tramas do gênero. Esse é mais um que entrou pra minha listinha de compras.

    @_Dom_Dom

  33. Willian disse:

    Resenha bem escrita, abordando o conteúdo de forma simples e inteligente, facilitando a compreensão e despertando o interesse dos leitores.

  34. Rosane silva disse:

    Muito boa a resenha!
    Estou muito ansiosa para ler os livros do autor, o modo que você descreve personagens e relata os principais pontos da história me faz pensar porque perdi tanto tempo, haha beijos

  35. Larissa Lins disse:

    Amei a sua resenha, os livros do John Verdon parecem ser ótimos, digo isso pelo feche bem os olhos que já li, quero muito ler esse, ainda mas pensando que se parece com feche bem os olhos que é ótimo…

  36. Tainara H. disse:

    Mesmo se tratando do meu gênero preferido e de um dos atuais autores mais elogiados do mesmo, eu ainda não consegui ler nenhum dos três livros de John Verdon, mas não por falta de vontade, é claro. Gostei muito da história dos livros, a narrativa parece ser ótima, enfim, tudo isso junto com o fato do autor ter tantos fãs por aqui, tornou essa série uma das mais desejadas por mim. Espero conseguir ler em breve e quem sabe John Verdon se junte a Harlan Coben e Michael Connelly como meus autores preferidos do gênero. 😉

  37. Que bom que você tá nessa também, adorei o sorteio, espero ganhar. a resenha ficou muito boa. quero ler.

  38. Eu não conhecia este autor, mas depois de ler as tuas resenhas eu me apaixonei por ele antes mesmo de ler qualquer obra. É impossível ler uma resenha sua e não sentir todas as sensações que tu descreve que teve ao ler o livro, e a citação que você escolheu caiu como uma luva. Estou louca para ter a oportunidade de ler qualquer livro do autor, espero encontrar alguma promoção em que estejam com um preço acessível, pois sei que uma obra dessas eu farei questão de ter na minha estante, então minha curiosidade que se acalme, que – por enquanto hahahaha – ebook está fora de cogitação.

  39. Muito curioso para ler esse livro, ótima resenha.
    E o layout do seu blog está lindo, Parabéns

    leitorinsaciavel.blogspot.com

  40. Ótima resenha, Já está com certeza na minha lista de livros que devo ler…:D

  41. Os três livros dele já estão na minha wishlist há algum tempo. Gostei da resenha. Agora estou querendo ainda mais! hahaha.
    Beijocas e sucesso!

  42. Yasmin Aristo disse:

    Me interessei bastante por esse livro, e vou procurar algo mais no skoob, para poder le-lo

  43. Gabriela C. disse:

    Velho, livros do Verdon são foda!
    Que capa é essa, foto perfeitaaaaa!
    Quero muito ler esse livro, esse e mais um monte do Verdon, haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *