MENU

by • novembro 14, 2013 • ResenhasComments (5)900

[Resenha] Boneco de Neve, de Jo Nesbo

Boneco de NeveNoruega, neve e assassinato. Combinação perfeita para horas de hibernação num thriller de suspense. O inverno rigoroso chegou e com ele um assassino cruel e calculista. Ter um boneco de neve no seu quintal é um péssimo sinal, a não ser que você próprio o tenha construído, claro. Caso contrário, a criação é obra de um terrível serial killer, e significa que alguém de sua família nunca mais voltará para casa.

Precisa de incentivo adicional para mergulhar na leitura? Amante inveterada do gênero, o livro já me ganhou na sinopse. Ainda não havia lido nada de Jo Nesbo, e o fato de Boneco de Neve ser o sétimo volume de uma série policial não atrapalha em nada o entendimento da história já que os títulos são independentes, ou seja, interligados pela presença do inspetor Harry Hole, estratégia muito adotada na literatura policial estrangeira.

Com claro domínio de enredo, Nesbo passeia em terceira pessoa apresentado situações do ponto de vista de diversos personagens, mas focando sempre no seu detetive principal. As cenas não são despropositadas, pelo contrário, vão formando um quebra cabeça onde o leitor fica ávido para descobrir onde tudo irá se encaixar, quem está por trás dos assassinatos, quais serão as próximas pistas e onde elas vão dar.

Não demorei para formular uma teoria do que estava acontecendo, e vários indícios e sugestões são inseridas ao longo da história, mas nem todos apontam necessariamente para a resolução do caso, alguns apenas irão clarear um aspecto secundário da trama, acentuando a habilidade do autor em se preocupar com os pormenores e deixando claro a construção de um panorama geral bem arquitetado em sua mente.

Apesar do detetive não ser dos mais carismáticos, ele é uma pessoa real, com problemas reais, e gostei do seu método de trabalho. O lado pessoal do personagem é abordado com pequenas doses recorrentes de enfoque passageiro, mas o profissional recebe maior destaque, deixando o leitor mais preocupado com o caso, com a investigação em si, do que qualquer outra distração passageira. Ou seja, apesar de indiferente às suas questões privadas, tal situação refletiu o oposto quando voltada ao caso em questão. O fato de eu ter começado a leitura pelo sétimo livro pode não atrapalhar, mas talvez influencie nesse aspecto.

Reviravoltas interessantes, becos esclarecedores, porém sem saída, motivações bem explicadas e várias palavras norueguesas que não faço ideia da pronúncia, Boneco de Neve é um thriller completo, intricado e bem planejado, com tudo para satisfazer os chegados ao gênero. A série já possui 10 volumes publicados no exterior e é um sucesso de vendas, seja pela qualidade narrativa, construção de boas tramas, talento natural, ou uma mistura bem dosada dos três fatores.

Título original: Snomannen
Editora: Record
Número de páginas: 420
Gênero: Romance policial/Suspense
[rating: 5/5]
Cedido em parceria com a Record

Related Posts

5 Responses to [Resenha] Boneco de Neve, de Jo Nesbo

  1. Tainara H. disse:

    Do Jo Nesbo eu já li “A Estrela do Diabo” e gostei, apesar de não ser um dos meus livros policiais preferidos, é um ótimo livro, só achei descritivo demais, sei lá, às vezes parecia enrolação, prefiro que fosse direto ao ponto, então não gostei taaaanto assim, achei que fosse gostar mais, por se tratar de um autor consagrado do meu gênero preferido. Mas pelo que eu li de críticas e comentários por aí, “Boneco de Neve” é pra ser o melhor livro do autor e acredito que seja mesmo, parece um excelente livro, quero muito ler. ;D

  2. Oii, Duda 🙂
    Nossa, assim que eu vi essa capa na livraria, me vi totalmente tentada a descobrir sobre o que o livro se tratava e o fato de se passar em um clima de neve me fez querer ler imediatamente.Também sou uma grande fã de thrillers e fiquei mais interessada ainda quando descobri que se tratava de um.
    Comprei por esses dias no submarino e estou LOUCA para começar a ler.
    Adorei a resenha, só me deixou mais curiosa ainda, rs.

    Beijocas!!

  3. Nem me surpreendo mais em entrar no BA e ler resenhas de livros que desconheço e que passo a ter certeza de que irei gostar. Engraçado é que após ler sua resenha pesquisei sobre o autor e descobri que ele já tem uma fama, não apenas na literatura, o que mostra que talvez esteja um pouco desatualizado, principalmente se tratando do meu gênero favorito.
    Sobre o livro acho desnecessário dizer qualquer coisa, e respondendo a sua pergunta, não precisa de um incentivo adicional. Impossível não desejar a leitura e, quando conseguir, espero gostar tanto quanto você.
    Vi algo sobre uma adaptação desse livro. Ela chegou de fato a ser produzida? Espero que sim 😀

    Beijos, Duda!

  4. Mariana FS disse:

    Oi Duda!
    Eu estou louca para ler “Boneco de Neve” (só esperando a Black Friday para comprar o meu, rsrs) porque adoro o Nesbo. Já li dois livros dele, super recomendo e no caso deste título em especifico, acho que se não conhecesse o autor também teria me rendido à sinopse (e à associação ao Silêncio dos Inocentes).
    Uma das coisas que eu mais gosto nos livros do Nesbo é o Harry Hole, por isso me chamou a atenção você acha-lo pouco carismático. Eu sei que ele é cheio de defeitos, mas acho que é justamente por isso que eu gosto dele. Parece que ele pula das páginas.
    Sua resenha deixou claro que eu preciso mesmo ler esse livro logo 🙂
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

  5. Ai Deus! Eu preciso tanto desse livro…
    Romance policial é um dos meus gêneros preferidos, e nota 5? Vou correndo comprar õ/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *