MENU

by • fevereiro 18, 2014 • FilmesComments (5)1827

Conheça Bates Motel, série prequel de Psicose

Apesar de ainda não ter lido Psicose (pretendo fazê-lo em breve), sempre adorei assistir a adaptação para os cinemas dirigida pelo mestre do terror cinematográfico Alfred Hitchcock. Hoje em dia a história já é de conhecimento geral. Quase todo mundo sabe, ainda que não tenha lido o livro, quem é o Norman Bates, e isso, claro, apaga o elemento surpresa, ainda que não faça perder a graça.

Nós não sabíamos, no entanto, como foi sua vida pregressa, antes da fase adulta retratada no filme. Nesse aspecto, em especial, a série Bates Motel pode ser considerada em si um spoiler do filme, (então,  caso você se importe com isso, já aviso de antemão que não há como falar da série sem sugerir um ponto crucial do longa).

Uma das claras diferenças da série em relação ao filme/livro é a ambientação atual, evidenciando uma mudança de época, diferente do cenário anos 50 do filme. O enredo, no entanto, parte do mesmo pressuposto final e não acho que a escolha tenha afetado a essência da história, ou mesmo o cenário pacato, visto que o resultado continua o mesmo independente da década, além da fidelidade na construção da casa e hotel.

Bates motel (6)

Ao nos mostrar a juventude de Bates, o espectador tem uma ideia do que ele irá se tornar, e é justamente essa a graça do programa. É interessante acompanhar o que levaria um garoto, aparentemente normal, a uma mudança tão drástica de comportamento na fase adulta mostrada no filme.

A série começa com um tom descontraído do que seria uma adolescência normal, mas não demora a adicionar situações, no mínimo, inusitadas, antecipando sérios problemas psicológicos e nos dando uma luz sobre acontecimentos cruciais que irão causar repercussões futuras. A personalidade complexa, tímida e perturbada do jovem protagonista é representada na televisão pelo Freddie Highmore (A Fantástica Fábrica de Chocolates), uma ótima escolha, diga-se de passagem, principalmente adicionada ao talento de Vera Farmiga, sua mãe na ficção.

Bates motel (4)

A interação dos dois é complexa e, apesar de afetuosa, vem carregada com um certo grau de estranheza, onde o espectador não sabe bem o que esperar e se divide em momentos que versam sobre o aceitável numa relação maternal e o que já começa a se mostrar fora da curva e pouco saudável. Os fãs do filme já sabem onde isso vai dar e a antecipação desse conhecimento torna o relacionamento entre mãe e filho extremamente importante e parte crucial do que está sendo contado.

Em uma cidadezinha mais estranha que o normal, e personalidades mais estranhas ainda, os comportamentos esquisitos e incomuns mantiveram meu interesse aceso, acentuado pelo imprevisibilidade do que viria a seguir. O conhecimento futuro, longe de extinguir a curiosidade, é o responsável por mantê-la acesa, e, ainda que já saiba onde tudo irá culminar anos adiante, não consigo parar de desejar um destino diferente que não virá. O clímax da primeira temporada é uma prova concreta da centelha que irá incendiar uma mente problemática e surtada, e trazer consequências drásticas para todos ao seu redor. E o cliffhanger foi certeiro.

Bates motel (2)

A série é exibida no Brasil pelo Universal Channel.
A segunda temporada vai começar em 3 de março de 2014 nos Estados Unidos.

Related Posts

5 Responses to Conheça Bates Motel, série prequel de Psicose

  1. Bates foge um pouco do proposto pelo original e perde a mão ao inserir em um contexto de mistério, pouco na verdade, personagens bem afeiçoados e simpáticos. Segue-se a formula de séries de garotas e rapazes bonitos tão popular hoje em dia. O certo “mistério” que cerca Norman prende, desde que se deixe de lado detalhes do cotidiano e personagens, sem identidade com o clássico. Cria-se todo um clima mas acho fraco, com exceção da fotografia e do cenário pouco se pode acrescentar. Mas essa é apenas minha opinião, a serie serve sim, mas como diversão passageira.

  2. Oi Duda, essa série eu não conhecia. Acho que estou fechada no apocalipse zumbi de The Walking Dead que ando respirando a série ultimamente. Mas já anotei a dica de série aqui e pretendo (depois de me atualizar na continuação da temporada de TWD) assistí-la logo. Beijos :*

    http://estantedarob.blogspot.com/

  3. George Araujo disse:

    Comecei a assistir Bates Motel, mas infelizmente parei por volta do 5º episódio. Estava gostando, entretanto com a faculdade e muitos outros seriados que já acompanho em andamento, não encontrei muita disposição para ele. Mesmo assim gostei do que vi, o que fez Bates entrar na minha lista de próximos seriados a acompanhar. http://www.book-addict.com/wp-includes/images/smilies/icon_smile.gif

  4. L disse:

    Não sei quando, mas quero sim acompanhar a série. Porque me adoro o filme.

    liliescreve.blogspot.com

  5. Iure Silva disse:

    Essa série é ótima. Um roteiro incrível e personagens muito massa!(hahaha). Comprei o box em dezembro… é tem muitos extras legais lá. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *