MENU

by • abril 9, 2014 • ResenhasComments (13)1322

[Resenha] O Tribunal das Almas, de Donato Carrisi

O tribunal das almas

E quando um livro te surpreende a ponto de você ficar parada por um bom tempo absorvendo tudo que aconteceu? O Tribunal das Almas é um dos thrillers mais inusitados que já li. Em suas últimas páginas já o estava considerado um dos títulos mais surpreendentes e interessantes do gênero, mas nos últimos momentos o autor me deixou sem chão ao adicionar algo extraordinário e genial.

Com uma trama complexa que fornece muito mais do que vemos à primeira vista, somos apresentados a Marcus, um homem desmemoriado que possui o incrível talento de enxergar pequenas incongruências e possíveis falhas em determinadas cenas e ambientes, além de uma enorme compreensão da mente de seu objeto de estudo, característica que o torna o detetive/profiler ideal. Contudo, longe dos trâmites da justiça comum, Marcus atua nas sombras e faz parte de uma organização secreta muito antiga da qual o leitor vai tomando conhecimento aos poucos.

“Anomalias. No fundo, era isso que buscavam. Minúsculos rasgos no tecido da normalidade. Pequenos tropeços na sequência lógica de uma investigação policial comum. Naquelas insignificantes imperfeições, frequentemente se escondia outra coisa. Uma passagem em direção a uma verdade diferente, inimaginável. A tarefa deles começava ali.”

Tudo que engloba esse universo secreto e milenar foi fascinante. As informações, tanto em relação aos crimes investigados quanto ao que tudo aquilo significa, são passadas aos poucos, mas eficientemente. De início somos apresentados a um caso de desaparecimento, onde uma garota sumiu de dentro de casa sem deixar vestígios. O problema? O local estava trancado por dentro e não há qualquer pistas do que pode ter acontecido.

É justamente aí que o “grupo” de Marcus atua. Nos crimes aparentemente insolúveis e misteriosos. Ao mesmo tempo, em uma cidade perto dali, uma policial chora a perda do marido após um trágico acidente, até que recebe uma ligação que a faz perceber que há muito mais por trás e que nada no caso parece claro ou comum. A suspeita a leva à Roma para investigar. Lá seu caminho irá se cruzar com o de Marcus de forma engenhosa e imprevisível.

“Uma visão positiva é o que nos faz seguir em frente apesar das adversidades e da dor que preenchem a existência. Apresenta só um inconveniente: com frequência esconde-nos o mal.”

O caso principal nos leva a vários outros casos menores, mas igualmente interessantes. Ao tentar salvar a jovem Laura, Marcos percorre um caminho tortuoso em que uma figura misteriosa parece estar sempre à frente, orquestrando um jogo sinistro, indicando o próximo local a seguir e levando-o diretamente a outros casos não solucionados mais antigos que, após tantos anos no escuro, finalmente encontrão seus desfechos inusitados.

A trama é complexa e bem arquitetada, por isso sugiro que você reserve um tempo para lê-la sem interrupções longas, já que talvez os intervalos possam te fazer esquecer alguns detalhes importantes. Tal característica pode deixar o livro confuso de início, mas não que o seja. Acontece que as subtramas inicialmente são muitas e o clima misterioso te deixa com muitas dúvidas sobre o que raios está ocorrendo, então talvez você demore um pouco para pegar o pique do enredo, mas te asseguro: vale a pena!

“- Um órgão julgador para os pecados dos homens.
– O Tribunal das Almas.”

Cada pequeno caso em que o protagonista é empurrado possui seu próprio desenvolvimento e clímax, deixando o enredo mais dinâmico, já que sempre há algo acontecendo. Ao mesmo tempo, mistérios maiores permanecem sem respostas, alimentando a curiosidade e nos levando direto a um clímax inesperado onde as ramificações irão convergir para um verdadeiro banquete da mente com soluções tão surpreendentes e impactantes que incitam discussões interessantes sobre a personalidade mutável dos seres humanos.

Com extremo domínio de enredo e personagens, Donato Carrisi se revelou um autor brilhante e foi direto para os favoritos. Além de talentoso, é visível seu trabalho de pesquisa ao mesclar aspectos reais em sua trama ficcional de modo a criar algo totalmente novo. O Tribunal das Almas foi alçado a uma nova categoria e se mostra não apenas um thriller de suspense, mas um romance de segredos seculares que forma uma base sólida para um mistério intrigante e estarrecedor.

Título original: Il Tribunale Delle Anime
Editora: Record
Número de páginas: 434
Gênero: Thriller/Suspense

Related Posts

13 Responses to [Resenha] O Tribunal das Almas, de Donato Carrisi

  1. Adoreeeeei a resenha! Sou louca por thrillers, com certeza vou ler!
    Beijo!!!

  2. Gabriela disse:

    Ô Duda, você me deixou com vontade de ler!!

    Que final é esse tão surpreendente???!! Adoro finais assim.
    O livro pode ter sido parado, cansativo, com uma história igual a todas as outras, mas se o final tiver a capacidade de te surpreender, todo o resto vai ter valido à pena, afinal, o que você achou que fosse “mais do mesmo” na verdade não foi, e esteve apenas te enganado para, então, ter um desfecho arrebatador.

    Um beijo!

    • Eduarda Menezes disse:

      Oi, Gabi!
      Isso que você falou é bem verdade haha Mas nesse caso é ainda melhor porque o livro não é parado, tem sempre algo instigando nossa curiosidade. O final é “uau”. Uma das maiores reviravoltas que já li.
      Beijo!

  3. Lindsay Leão disse:

    Duda do céu, preciso ler esse livro!
    Gente, que suspense é esse?! Fiquei nervosa só de ler a sua resenha! E super curiosa pra conhecer esse thriller que me parece fantástico!
    “O Tribunal das Almas” já virou um dos meus desejados do skoob daqueles que quero pra ontem! Uma palavra define sua resenha: GENIAL!
    Beijos

  4. Adorei a resenha. Ainda não li livros desse gênero, mas tenho vontade de conhecer. Duda, qual você indicaria como uma primeira leitura?

    E parabéns pelo blog! Estou amando!

    Beijo!

  5. concordo com tudo, esse livro é sensacional !! E já leu O Aliciador?? É tão bom quanto esse..fica a dica aí !

    abraço!

  6. Queria agradecer pela dica! Terminei o livro agora a pouco e quando eu achei que o final já tinha me surpreendido vem aquela revelação que é bem como você disse, me deixou sem chão hahahahaha

    Roberta Krutzmann | http://www.apenasumtrecho.com

  7. Preciso, necessito ler com urgencia, prioridade maxima para este livro, pelo que você falou o livro é otimo, ele faz parte das tematicas de livro que eu gosto. Otima resenha, parabéns.

    Depois da uma passadinha no meu blog? o link é este aqui:https://geekiebooks.wordpress.com/2015/02/07/resenha-sob-a-redoma-stephen-king/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *