MENU

by • maio 4, 2015 • ResenhasComments (45)10652

[Resenha] Iscas, de J. Kent Messum

Enredos com situações desesperadoras costumam atiçar minha curiosidade. Talvez por ser um modo de acompanharmos de forma segura algo que não queremos vivenciar, com direito a certa dose de adrenalina. Este é o motivo que sinopses como a de Iscas me chamam atenção. Seis pessoas jogadas numa ilha, sem a menor ideia de como foram parar lá, descobrem que têm apenas uma coisa em comum: são viciadas em heroína. Alguém os observa de longe e, para sobreviver, eles precisam seguir determinadas instruções; nadar em um mar repleto de tubarões está entre elas.

IscasLivro de estreia do escritor canadense J. Kent Messum, Iscas é um thriller de leitura ágil, do tipo que dá pra ler em uma sentada. Isso se deve totalmente ao uso de uma linguagem fácil e bem simples. Apesar de não gostar do uso de gírias numa leitura, tive que abrir uma exceção neste caso. Todos os personagens são viciados e vivem à margem da sociedade, apenas à procura da próxima dose. Seria absurdo caso essas pessoas falassem de uma maneira natural, formal e culta, algo que os descaracterizaria. Gírias e palavrões são comuns o tempo inteiro.

Os personagens são introduzidos separadamente e em grupo. Temos um breve vislumbre do que os levou até ali e um pouco do passado de cada um, mas nada muito aprofundado. São apresentados como um grupo de pessoas, não necessariamente ruins, que acabaram seguindo pelo caminho errado na vida. Tampouco sabemos sobre os vilões. No entanto, seus motivos são expostos e eu diria que dá pro gasto como explicação plausível, afinal, existe gente doida pra tudo.

O autor não poupa seus personagens da carnificina e oferece um daqueles cenários em que precisarão lutar para tentar sobreviver. Por mais simples e rápido que seja, a ação despertou momentaneamente minha atenção, mesmo que não tenha me empolgado num nível elevado. Diria que Iscas é o tipo de thriller fast-food. Uma leitura rápida, com personagens possíveis, mas pouca exploração de personalidade e foco voltado para a provação do momento. Para dar certo crédito, não sabia como ia acabar, então não achei tão previsível assim, tampouco inovador.

Sabe aquele tipo de enredo que se encaixaria perfeitamente num filme de baixo orçamento para a tv? Aí está. Não diria que isso é algo necessariamente ruim. Todos nos sentimos um pouco impelidos vez ou outra por um entretenimento breve, sem muitas reflexões, apenas um terror psicológico momentâneo. Cavando muito fundo poderia haver certa discussão sobre os malefícios das drogas na sociedade, sua dependência e destruição, mas não espere complexidade no enredo ou problemáticas mais sérias. Talvez uma tentativa bizarra de conscientização sobre o poder destrutivo do tráfico que ficará bem raso no quesito conteúdo, mas que poderá agradar dependendo do que o leitor espere dele.

Título original: Bait
Editora: Record
Número de páginas: 320
Ano: 2012 (esta edição: 2015)
Gênero: Thriller
[rating: 2.5/5]
Cedido em parceria com a Record

Related Posts

45 Responses to [Resenha] Iscas, de J. Kent Messum

  1. Nessa disse:

    Oi Duda
    Achei este livro bem curioso, pelo que vc diz deve ser daqueles que começamos a ler e só queremos parar quando chega ao final.
    Gostei desse enredo e fiquei com vontade de ler. Ainda não conhecia o livro.

    Beijos

  2. Camila K. disse:

    Poxa, uma premissa tão bacana.. E que realmente merecia ser bem explorada. Quando comecei a ler a resenha me pareceu algo que seguiria uma linha do tipo “O caso dos dez negrinhos” da amadíssima Agatha Christie.
    Mas talvez o foco do autor fosse realmente em explorar a tensão do momento, e não tanto as personalidades (apesar de eu não concordar muito com essa linha mais superficial).

    Beijos, Duda!
    Camila | http://www.lendoporai.com

    • Eduarda Menezes disse:

      Eu também achei que poderia ser melhor explorado, mas acho que agrada a quem está esperando algo mais ação e mortes hehehe
      beijão, Camis

  3. O enredo do livro me deixou bastante curiosa, mas sem muitas expectativas, como você disse, um livro mais para entretenimento. Se tiver oportunidade com certeza vou dar uma chance ao livro, obrigada pela resenha. Beeijos!!

    • Eduarda Menezes disse:

      É isso mesmo, Mari! Acho que deve agradar quem procura algo mais ágil, sem maiores expectativas.
      Espero que curta o livro, caso o leia =)
      beijão

  4. Laís disse:

    Dudaaa
    Thriller fast food foi ótimo rsrsrs, acho que consigo visualizar esse livro realmente como um daqueles filmes de terror de franquias, mas como você falou como um rápido entretenimento deve ser legal, e o final não foi tão previsível né .

    Beijos

  5. Caauzinhaa disse:

    Mais um pra minha whishlist – que não para de crescer…socorro? hahaha – !
    E se dá pra ler em uma sentada só, já vi que é bom mesmo! Animada pra ler!

  6. Parece ser muito bom, mesmo que eu não goste de livros com palavões, nesse caso eles devem ser colocados, já que os personagens são usuários…
    Pretendo ler esse ano ainda http://www.book-addict.com/wp-includes/images/smilies/icon_mrgreen.gif

  7. Não é a primeira vez que me deparo com esse livro. Já vi muitos comentando e me deu ainda mais vontade de lê-lo lendo essa resenha. Um assunto polêmico e acredito que o livro aborda bem os limites e desafios que o ser humano está disposto a enfrentar por seu vício.

  8. Roan disse:

    Duda,
    Quando comecei a ler a resenha pensei, bah daria um filme daqueles estilo de jogos, onde os personagens devem fazer o que um “controlador” manda, ao final da resenha vi que tu escreveste bem o que pensei, mas por tua resenha acho que deve ser um livro bonzinho de ler e quem sabe não sai um filme mesmo. 😛

  9. Rebeca disse:

    Esse livro está sendo bem comentado né, me deu vontade de ler a partir da maratona que o Victor do canal geek freak fez mas a vontade só aumentou com essa resenha e pelo oque li pra mim isso daria um ótimo filme.

  10. Gah disse:

    Oi Duda,
    Nossa nunca tinha ouvido falar desse livro antes de assistir seu vídeo e ler sua resenha, parece bem interessante. Estou bem ansiosa para poder lê-lo. Espero que seja em breve.
    Bjs

  11. Rudiely Silva disse:

    Oi Eduarda, muito legal a resenha!
    Com certeza vai para minha lista para leitura, esse é o tipo de livro que me chama a atenção.

  12. Esse livro me chamou muito a atenção e muita vontade de ler ele, já esta na minha lista.

  13. Thaísa Góes disse:

    Muitas pessoas já me falaram desse livros. E a historia dele é muito interessante. Parece uma mistura de Lost e Jogos Mortais.

  14. Fernanda disse:

    Quero ler esse livro, ele parece bem mistérioso

  15. Ah!
    Acho que não gosto deste tipo de leitura!
    Talvez goste, não sei, se caso eu ganhar o livro, eu vou ler, é óbvio!
    Mas, pela sua resenha, que sempre me esclarece quais livros vou gostar de ler, este é um que não estaria em minha meta de leitura!

  16. Se tem um livro que eu realmente pretendo ler é esse. Me fez lembrar muito jogos mortais e a ideia é boa. Eu não achei essa resenha no seu canal no youtube.

  17. Rodrigo Viny disse:

    Nossa, a primeira coisa que me veio à cabeça foi a série ‘Lost’! Um dos personagens da mesma é um viciado em heroína, e ao decorrer de alguns episódios mostra sua saga com a droga. A pouca quantidade, a abstinência, a procura de “mais dela” e a “cura”. Achei a história do livro sensacional! Uma mistura de Lost com Jogos Mortais que deve ser perfeita! Estou realmente muito ansioso para ler!

    • Eduarda Menezes disse:

      Era o Charlie, né? haha saudades de Lost. Nunca cheguei a assistir completa, preciso conferir o final ainda.
      Espero que curta a leitura!

  18. Ollie Sousa disse:

    Só tenho uma coisa a dizer… este livro me fisgou!

  19. Thaísa Góes disse:

    Com certeza eu vou ler esse livro, parece ser muito bom. Ótima resenha

  20. Thaís Dória disse:

    Assim que eu terminar de ler Got vou ler esse livro. Amei a historia, é muito estilo Jogos mortais.

  21. Parabens pela resenha. Eu não gosto de ler historia assim não que me da medo. Prefiro ler livros de romance mais calmos.

  22. Duda, como sempre arrasando nas resenhas.
    Vou aceitar essa dica, vai para minha lista dos próximos livros a serem lidos.

    beijos

  23. Thiago Roza disse:

    Boa resenha, você fez resenha dele no youtube? eu gostei muito da historia. Sou fã de jogos mortais e esse livro me lembrou muito ele. Obrigado por me apresentar esse livro, com certeza irei ler.

    • Eduarda Menezes disse:

      Que bom que gostou da resenha, Thiago! Obrigada!
      Não fiz resenha dele no youtube, mas logo mais conversarei um pouco sobre no vídeo de leituras de abril 😉

  24. Eu tava até animada pra ler esse livro, gostei da premissa, mas aí vi algumas resenhas e não sei mais hahahaha tanta coisa pra ler, que tô na dúvida agora =/ Bjjj Duda!

  25. Shadai Vieira disse:

    Adorei isso pois penso o mesmo: “por ser um modo de acompanharmos de forma segura algo que não queremos vivenciar”.
    Trama me chamou bastante atenção, mas uma pena o desenvolvimento não.
    Consegui visualizar facilmente como um filme B como você mesmo citou. Mas, certamente, isso não é algo, pois seriam personagens rasos com atuações piores.
    Não compraria mas gostaria de ler um dia.

  26. A história parece mesmo um reality show. Nunca li um livro com esse estilo. Gosto muito de mistérios e vou anotar a dica, com certeza. livro e fiquei interessada Ótima resenha!

  27. Lucia Marina disse:

    Parece esses filmes rápidos e meio comuns que abundam na TV. Muito sangue, sustinhos e psicopatas sádicos. Pode até dar um caldo, mas parece que o autor deixou tudo meio raso demais. Não é meu tema favorito, mas se o livro me cair no colo, não nego a leitura.

  28. Fabio Yugo disse:

    Poxa , a capa e a sinopse chamaram minha atenção , parece ser uma premissa que tem bastante espaço para ser desenvolvido , afinal histórias de grupo de pessoas isoladas conseguem usar bastante o lado psicológico dos personagens , mesmo assim me esbaldo em fast foods =) , vale tb para leituras fast foods!

  29. Giovanna disse:

    Ai Meu Deus!!!! sem palavras para esse livro quero agora esse livro na minha mão

  30. Pelos seus comentários a história não parece ser assim tão boa como dizem. Estava imaginando uma coisa mais empolgante e viciante e me deparo com isso. Não sei se vou ler. agora fiquei na dúvida. Vou deixar passar.
    Beijos.

  31. Andressa disse:

    eu to louca por esse livro amei a sinopse e a resenha ainda mais.

  32. Adoro esse tipo de livro e esse me deixou bem curiosa. Vou adicionar a minha “pequena” lista e pretendo ler com certeza.

  33. Júlio César disse:

    Ótima resenha, adorei!

  34. Maria Tayná disse:

    Quero muito ler esse livro, muita gente já me recomendo! Adorei a resenha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *